novembro 2016

Ruan Silva – Work&Travel

Postado por: Manu Cavalli/ 541 1

O Ruan Ribeiro Silva é de Campinas, e realizou o programa de Work&Travel na cidade de Billings, nos Estados Unidos. Olha só o que ele contou sobre a viagem:

 

“Com certeza uma das melhores, senão a melhor viagem da minha vida. Essa experiência fora do Brasil deveria ser obrigatória a todos os jovens, pois com ela evoluímos e descobrimos que o mundo tem muito mais a nos oferecer. O programa superou todas as minhas expectativas e me trouxe muitas vantagens profissionais, pois uma vivência fora do Brasil conta muito para o currículo, não só pela mudança drástica do inglês, mas também pela experiência empresarial em outro País.
Se você quer ter uma vivência fora do Brasil, conhecer outra cultura, se divertir e puder fazer tudo isso se mantendo financeiramente fora no exterior, esse é o programa certo para você. O único problema dessa viagem é que talvez você não queira voltar.”

 

cam_ruan-ribeiro-silva_1 cam_ruan-ribeiro-silva_2

Malu Tulio High School #5

Postado por: Manu Cavalli/ 396 0

Esse post é para quem gosta de saber cada detalhe sobre a vida e cultura nos EUA.  O primeiro vídeo é sobre Halloween, uma das datas mais comemoradas no país, e a Malu conta todos os detalhes sobre como foi o seu dia das bruxas. Mas não é só isso! Ela também visitou o Monte Rushmore, um dos pontos turísticos mais tradicionais dos Estados Unidos :O

 

Já no segundo vídeo, as Malus falaram sobre algo que sempre deixa os futuros intercambistas preocupados: o inglês.

 

 

Gostou? Não esquece de conferir os outros vídeos dela!

Malu responde!

Postado por: Manu Cavalli/ 367 0

A Malu está mostrando tuuudo sobre o intercâmbio dela e nós estamos amando! Mas quanto mais ela mostra, mais a gente quer saber, né?  Ela sempre recebe várias dúvidas e resolveu fazer um vídeo super divertido respondendo algumas delas, por isso, fizemos este post especial! Desde agência de intercâmbio, pré-viagem, comida e amigos, a Malu falou um pouquinho sobre tudo! Tá esperando o que para assistir?

 

Malu Tulio – High School #4

Postado por: Manu Cavalli/ 331 0

Depois de ir ao restaurante brasileiro e ir ao Homecoming da escola, agora sim nossa Malu virou oficialmente uma intercambista de High School!

 

Na escola da Malu rolou o homecoming e a espirit week, que é uma semana com várias atividades diferentes!  Para saber o que rolou você precisa assistir esse vídeo!

 

 

Esse momento é sempre muito importante na vida de um intercambista Ir a um restaurante brasileiro! Coxinha, guaraná (entre outras comidinhas que só os brasileiros tem) são o que dá mais saudade! Viajar é a melhor coisa do mundo, mas nossa comida também é sensacional, né? Olha a felicidade da Malu!

 

Malu Tulio – High School #3

Postado por: Manu Cavalli/ 334 0

Um dos vídeos de hoje tem um tema bem diferente e divertido!  Como nem tudo são flores, a Malu vai falar sobre os micos que ela já passou no intercâmbio até agora, você vai morrer de rir! Se as viagens sempre fossem perfeitas a gente não teria histórias pra contar, né?

 

 

E agora uma novidade: as aulas da Malu já começaram! Ela fez um vídeo só sobre a escola, contou tudo sobre o primeiro dia, as matérias que ela tem e como está sendo para fazer amigos. Ela também fez um tour pra gente mostrando todas as salas e corredores, e parece que ela está em um cenário de filme adolescente, é muuito legal!

 

 

Malu Tulio – High School #2

Postado por: Manu Cavalli/ 322 0

A Malu já está em solo americano! Antes de seu destino final, ela foi pra Orlando receber a orientação pré intercâmbio junto com os outros intercambistas! Dá uma olhada em como foi:

 

 

E agora começa a nova fase da vida da Malu! Finalmente chegou o grande dia e ela já está com a sua host family em Denver! Mas e agora? Esse é o momento que “a ficha cai” você percebe que finalmente começou a viver seu intercâmbio! Cidade, família, escola, idioma… É tudo novo, e quem já fez intercâmbio sabe como é difícil se acostumar com a nova rotina. Com a Malu não foi diferente, mas deu tudo certo! Olha como foram os primeiros dias dela:

 

Não falamos que ela ia contar cada detalhe? Esses vídeos só dão vontade de assistir mais! Inscreva-se no canal dela para acompanhar tuudo!

Se você perdeu o primeiro post da Malu contando sobre os preparativos pré-viagem, dá uma olhada aqui

Malu Tulio – High School

Postado por: Manu Cavalli/ 332 0

High school no exterior é o desejo da maioria dos adolescentes. Afinal, quem não quer ir estudar fora e se sentir em um filme?Longe dos pais, praticando inglês, conhecendo muita gente nova e vivendo como um nativo do país… Tem tudo para ser inesquecível. Os Estados Unidos costumam ser o destino mais procurado por quem quer esse tipo de intercâmbio, e quem vai não quer mais voltar!

 

A Maria Luiza conseguiu realizar esse sonho e está muito feliz! Ela vai embarcar numa aventura para Denver, no Colorado, e criou um canal para registrar tudo, e nós já adoramos desde o primeiro vídeo!

O primeiro é uma apresentação para todos conhecerem nossa Malu. Ela conta porque quis ir e um pouquinho sobre a pré-viagem, só para deixar todo mundo curioso!

 

No segundo, ela mostra a viagem de ida, os embarques e o momento de chegada. Dá vontade de ir junto, né?

 

 

E aí, quem ficou curioso para saber como estão sendo os primeiros dias dela? Fiquem de olho no canal dela!

Rafaella Elger – Higher Education

Postado por: Manu Cavalli/ 337 0

Intercâmbio é uma experiência incrível, mas sempre surgem muitas dúvidas sobre a viagem, né? E nada melhor do que alguém que já está com um pezinho lá fora para ajudar! A Rafaella Elger é essa pessoa! Ela decidiu fazer universidade nos Estados Unidos, mas o que ela realmente queria saber é o que todo mundo esquece de contar! Como é a rotina, os dormitórios, as aulas, as festas, as pessoas… Enfim, ela buscou pessoas que contassem realmente como era a experiência, mas ela não encontrou muita coisa. Por isso, ela criou uma canal, e ela conta tudo mesmo! Depois de assistir os vídeos dela é difícil não se animar e querer ir também!

A Rafa já está desde o ano passado. No canal dela, ela contou todos os passos para quem quer entrar, o que fazer depois de ser aceito, mostrou a faculdade… Ela ficou um tempo sem fazer vídeos, mas agora ela voltou com tudo! Corre lá no canal dela para ver tudo e se preparar para os próximos!

 

Nesse post, nós vamos mostrar o vídeo em que ela conta como foi aceita na época e um vídeo fresquinho que ela postou essa semana!

 

 

 

Isabelle Lehmkuhl – High School

Postado por: Manu Cavalli/ 325 0

Tem intercambista nova na área! A Isabelle Lehmkuhl tem um blog onde ela fala sobre vários assuntos, inclusive seu intercâmbio. Como nós adoramos ouvir o que os viajantes tem a contar, vamos compartilhar aqui os textos da Isa.

Ela vai passar seis meses em Saint Stephen, no Canadá, uma cidadezinha pequena e aconchegante, daquelas de filme! Ela chegou há pouco tempo mas já tem muita coisa pra mostrar! Olhá só:

 

Viagem e primeiras impressões

 

isa_1

“Finalmente.

A todos que tem esperado uma postagem falando sobre como está sendo aqui no Canadá, minhas sinceras desculpas. Hoje faz exatamente duas semanas que eu cheguei e só agora que consegui um tempinho pra escrever. Eu andei ocupada e, quando não estava fazendo alguma coisa, estava cansada demais para escrever… Mas tenho muitas coisas para contar para vocês, desde o dia primeiro de setembro, quando sai de Curitiba, até hoje, muito aconteceu!
Pois então vamos lá!

CURITIBA – SAINT STEPHEN
Dia primeiro de setembro eu e mais algumas pessoas partirmos para o Canadá (a maioria de nós para New Brunswick). Essa longa viagem começou “cedo”. 8h50am eu tinha que estar no aeroporto para fazer check-in e despachar a minha mala para, as 11h50am, pegar meu voo para Guarulhos. Me despedi da minha família sem choro, só com o sentimento de que eu estava fazendo o melhor pra mim e para o meu futuro (se bem que eu quase chorei quando fui me despedir do meu irmão. Quase!).
Eu e mais cinco pessoas saímos de Curitiba e fomos para Guarulhos. Lá, uma pessoa representando nossa agência estava nos esperando e nos ajudou com tudo o que precisávamos. Almoçamos e algumas outras pessoas que iriam para o Canadá conosco foram chegando. No total fomos em um grupo de 11 pessoas. Após muito tempo no aeroporto finalmente fomos para o embarque do nosso voo de Guarulhos para Toronto, que saiu 20h05pm. Passamos pela polícia federal e fomos para o nosso portão, “um pouco” ansiosos e nervosos para ir. Alguns de nós ficaram sentados juntos durante o voo de 10 horas e 30 minutos, alguns não. Eu fiquei sentada do lado de um americano e, assim que eu entrei e fui me sentar, ele já me perguntou algo. Em inglês. Gaguejei mas respondi. Eu não estava preparada para falar inglês ainda! O meu psicológico só estava preparado para falar inglês quando chegássemos em Toronto e olha lá! Mas ele não parava de falar, perguntar coisas… e, em algum momento, meu nervosismo de falar inglês e errar alguma coisa passou. Tenho muito para agradecer aquele senhor que ocupou todo o apoio de braço pois, quando eu cheguei em Toronto e tive que falar em inglês na imigração e com as pessoas do aeroporto, eu não poderia estar mais tranquila.
Durante a viagem eu consegui dormir umas 3 horas. Dormia 10 minutos e acordava com dor em algum lugar. Trocava de posição, dormia por mais 10 minutos e acordava com dor em algum lugar e por aí foram as 10 quase 11 longas horas. Antes de entrar no avião conversei com meus colegas intercambistas e eles disseram que a comida do avião era muito ruim. Poxa. Eu esperava comer algo gostoso para compensar todo o tempo que passaria esmagada em uma pequena cadeira (que, no final, não era tão pequena assim, minhas pernas ficaram só um pouco espremidas)!
Acabou que, de jantar comi carne com arroz e alguns legumes, salada, pão e um pudim de chocolate de sobremesa. De café da manhã comi panquecas, pão e algumas frutas. E tudo estava muito gostoso!
Após chegarmos em Toronto (por volta de 05h40am do horário de lá), passarmos por um milhão de lugares aonde verificaram nossos documentos e essas coisas, cada um foi para o seu lado e eu fiquei novamente com um pequeno grupo de pessoas que também iriam para meu próximo destino, Fredericton. O avião que ia para lá saia de Toronto 8h15am. Chegamos em Fredericton por volta de 11h20. Várias famílias estavam lá, com balões e plaquinhas, esperando ansiosamente os novos integrantes de suas famílias. Mas adivinha? A minha não estava. Eu procurei e procurei e não via nenhum deles. Fui procurar uma tomada para carregar meu celular, que estava sem bateria, para ver se eles tinham mandado alguma mensagem, porém, nenhuma mensagem. O host dad de uma das garotas que veio comigo de Curitiba me chamou e conversamos um pouco, ele perguntou aonde estava a minha família e eu disse que não sabia. E aí, tcharam, eles chegaram! Foi tão engraçado, eu já estava um pouco nervosa e, assim que os vi, apontei para eles e dei um grito! O meu host brother estava segurando uma plaquinha que dizia “Welcome Isabelle”. Eu não poderia ter amado mais! Saímos do aeroporto e fomos almoçar em um restaurante japonês. Após isso passamos em algumas lojas e partimos para mais uma viagem, que durou cerca de 1h30, para a cidade que agora é a minha casa, Saint Stephen.

FAMÍLIA, CASA, CIDADE.
No dia que eu cheguei em Saint Stephen, uma sexta, uma festa de despedida ia acontecer na minha casa. Uma estudante da universidade morou na casa da minha host family por volta de 2 anos e iria embora no domingo. Fizemos uma fogueira, compramos muitos doces e salgadinhos, veio bastante gente. Conversei com varias pessoas e, surpreendentemente, consegui aproveitar a festa até por volta da meia noite.
Eu fiquei surpresa quando cheguei na casa, era enorme, mas também me senti em casa. Crianças correndo, brinquedos espalhados, risadas. Mesmo sendo tao longe, e bem parecida com a minha casa e família do Brasil. Eu tenho uma cama de casal e um closet, meu quarto também é o único no primeiro andar. Acordo com uma linda vista e quase todos os dias desde que cheguei aqui foram ensolarados. A cidade e pequena e aconchegante, toda vez que saímos de casa encontramos algum conhecido. Uma coisa que achei diferente é que, sabe aquela coisa chamada de faixa de pedestres? Pois é, os carros param para os pedestres passarem. E, nas ruas principais, em quase todos os semáforos, tem aqueles botões que o pedestre aperta para avisar que quer atravessar a rua. E normalmente o sinal abre para você no segundo em que você aperta!
No meu primeiro final de semana aqui fizemos uma pequena viagem para uma cidade vizinha, Saint Andrews. Cidade praiana e turistica daquelas que você compra uma camiseta para o parente que diz “Estive em Saint Andrews e lembrei de você!”. Comi um famosa prato pela primeira vez, fish & chips e adorei. Muitas descobertas aconteceram durante esse meu curto período aqui e muitas ainda estão por vir.

COLÉGIO
Minhas aulas começaram dia 7 de setembro, uma quarta. Porém, no dia anterior, eu e todos os outros intercambistas fomos para o colégio para uma orientação. Além de mim, tem mais 7 estudantes brasileiros. Alguns da Alemanha, Espanha, México e Turquia. Todos são muito legais, todos passando pela mesma experiência. No primeiro dia eu recebi meu horário de aulas e fiquei surpresa. Nada de matemática, nada de história, nada de biologia, química, física, geografia… Só tinham as aulas “legais”. Como preciso fazer algumas matérias para validar minhas notas quando voltar para o Brasil, tive que mudar todas as matérias. Meu horário ficou assim: na primeira aula eu tenho culinária, na segunda história, na terceira tenho literatura, na quarta biologia, na quinta aula todos os alunos tem uma aula “livre” na qual ficamos em uma sala e fazemos os deveres de casa ou estudamos para alguma prova. Eu tenho essas mesmas aulas todos os dias da semana. Tenho que admitir que achei essa estrutura bem melhor do que a que a que eu sempre estudei no Brasil. Nós temos aqui uma relação bem mais conectada com o professor e também temos tempo para fazer trabalhos e coisas do tipo nas aulas, por termos várias. Minhas aulas começam 8h20am e terminam 15hpm. Passo a maior parte do meu dia lá e, sinceramente, não acho ruim, muito pelo contrário. Não é um ambiente sufocante igual ao qual eu estava acostumada no meu curso pre vestibular. É confortável, amigável e aconchegante. <3″

 

Gostou? O blog dela tá cheio de outros legais, é só acompanhar!

Thays – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 336 0

Cursos de idiomas são uma ótima opção para quem dar um upgrade em alguma língua e praticar ao mesmo tempo. São programas muito flexíveis, em vários lugares do mundo, para várias línguas e com período de no mínimo duas semanas. Dificíl achar uma desculpa para não ir, né? Nesse post vamos mostrar o depoimento da Thays, que estudou na InLingua em Vancouver. Ela conta um pouquinho de sua experiência lá, como é a escola e o que ela achou!

 

 

Quer ir também? Faça como a Thays e entre em contato com a TravelMate!

Bruno Puorto – Voluntariado

Postado por: Manu Cavalli/ 319 0

O Bruno foi voluntário por duas vezes na África do Sul e nos contou como essa experiência mudou sua vida:

 

Acho que a pergunta que mais me fizeram foi: quando você decidiu isso? Bom há uns três anos procurei a TravelMate para fazer um programa de High School no Canadá e vi que além dos intercâmbios mais comuns eles também tinham voluntariado, achei interessante mas não era algo que cabia naquele momento. Enfim, fui pro Canadá, voltei e comecei a participar de feiras junto com a TravelMate para contar um pouco da experiência que eu vivi. Nessas feiras acabei dando de cara com o programa de voluntários de novo e decidi que era algo que eu gostaria de fazer e na África, porém sem data e nem nada programado, era apenas uma ideia.

 

Bruno Puorto 3

 

Esse ano, mais ou menos em maio, depois de acompanhar as fotos de uma amiga de uma amiga minha no Facebook que fez voluntariado, fui na TravelMate, assim do nada, para saber tudo sobre o programa. A ideia era, talvez, ir no final do ano, mas depois de ouvir todas as explicações a única coisa que me veio na cabeça foi “dá tempo de fazer em julho?” E assim aconteceu, agora estou escrevendo esse depoimento no avião indo de Johanesburgo para São Paulo com o coração apertado mas com o sentimento de missão cumprida e com a certeza de que deixei uma parte de mim na África e que estou levando uma parte da África em mim.

 

Bruno Puorto 5

 

Fiz dois programas de voluntariado na África do Sul. Fiz duas semanas em um hospital de crianças no subúrbio de Cape Town – é o único hospital infantil na África Subsaariana, e é da Cruz Vermelha. Trabalhar com crianças foi simplesmente incrível, não vou falar que foi fácil, tinha horas que tanto eu quanto os outros voluntários tínhamos que dar aquela respirada e tentar controlar o emocional. Mas sensação de quando a gente chegava no corredor com o carrinho cheio de brinquedos e elas abriam aquele sorriso, afinal são crianças e o que mais querem é brincar, não tem preço.

 

Bruno Puorto 1

 

Depois do trabalho, íamos para a casa dos voluntários e trocávamos as experiências do dia e ver todo mundo empenhado nesse trabalho era incrível.

Depois dessas duas primeiras semanas fui para uma cidadezinha chamada Plettemberg Bay, que fica na famosa Garden Route. Lá trabalhei com wildcats em um santuário que resgata esses animais que não tem condições de viver na selva mais. Nosso trabalho como voluntários ia desde limpar as jaulas e preparar a comida desses animais até montar e preparar uma nova jaula para receber um animal.

Fora o trabalho, também tínhamos tempo para curtir esses lugares incríveis, momentos de descontração em que tínhamos a chance de conhecer melhor as pessoas com quem estávamos vivendo essa experiência e turistar.

 

Bruno Puorto 2

 

O trabalho com crianças exigia muito mais do lado emocional, já o com wildcats era mais braçal. Costumam me perguntar qual que eu mais gostei, essa pergunta é simplesmente impossível de responder, os dois são coisas diferentes, não tem como comparar, mas posso afirmar que ambos me mudaram como ser humano, foram experiências incríveis que eu jamais irei esquecer. Tive a oportunidade de conhecer pessoas que eu vou levar pra vida toda, mesmo estando a milhares de quilômetros de mim, separados por oceanos, estávamos todos trabalhando com um mesmo objetivo, passando muito tempo juntos e essas pessoas -outros voluntários- com certeza fizeram dessa experiência algo melhor ainda.

Só tenho a agradecer por ter tido a oportunidade de ter vivido tudo isso.

É como uma antiga filosofia africana diz: Ubuntu. Que resumindo que dizer “Eu sou o que eu sou por causa de quem todos nós somos.”

 

Bruno Puorto 4

 

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Vinicius Iglesias – Mini High School

Postado por: Manu Cavalli/ 355 0

Confira o depoimento do nosso intercambista Vinicius Iglesias, que fez o Mini High School para o Canadá entre fevereiro e março deste ano e conta um pouco da sua decisão e da melhor parte do seu intercâmbio.

“Minha experiência no Canadá foi bem interessante e empolgante. Tive que deixar minha família e minhas coisas para dar mais um passo no desenvolvimento de minha vida, tanto acadêmica quanto pessoal. Sentei-me para comer um churrasco com meu melhor amigo João e sua família, começamos a discutir sobre um intercâmbio o qual João tinha ido, para o Canadá, e me interessei pela idéia. Logo em seguida, pedi a minha mãe para tentar torná-lo possível.

Depois de alguns meses, estava tudo pronto e eu e meu amigo partimos para Victoria, British Columbia, no Canadá por 2 meses.

Em minha opinião, a melhor coisa do intercâmbio foi criar grandes amigos, de vários países e etnias, que sempre me acompanhavam e estavam ali por mim, e tive grandes momentos com cada um deles, todos eram meus irmãos.

Depois desses 2 meses, tive que me despedir de todos eles e nunca havia chorado tanto como naquele dia, porém sei que as lágrimas que tinham caído não eram só de tristeza, mas de alegria por eu ter conhecido pessoas tão maravilhosas que em tão pouco tempo, mudaram a minha vida.”

image2

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Eduardo Lunardi – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 298 0

O nosso intercambista Eduardo Lunardi estudou na Dominion English School em Auckland, Nova Zelândia, de fevereiro à março de 2016! Confira abaixo o depoimento dele:

 

“Com o objetivo de passar um mês no exterior praticando inglês e conhecendo um novo país,entrei em contato com a Fernanda e a Gabriela da Travelmate em Chapecó/SC. Entre conversas e troca de e-mails, elas sugeriram que eu fosse pra Nova Zelândia. A princípio torci o nariz por achar muito distante e eu pouco saber do lugar. O tempo foi passando, comecei a pesquisar e aos poucos fui mudando de ideia. Ainda bem!

Tomei a decisão e fechei o pacote de quatro semanas. Cheguei de volta há uns dez dias a e não consigo parar de ter saudades daquele país maravilhoso, dos amigos que fiz e das experiências que tive. Fiquei em homestay, em Auckland, estudando das 9:00 da manhã até as 14:30 (tinha a opção até as 15:30 pra quem quer estudar um pouco mais). Auckland é a maior cidade e concentra cerca de 30% da população do país que é dividido em duas ilhas: norte e sul. O clima é semelhante ao nosso, com as estações de hemisfério sul. Por ser verão quando fui, entre fevereiro e março, todos os dias após as aulas eu pude conhecer parques fantásticos, ilhas e arquipélagos lindíssimos, entre outras tantas maravilhas de um lugar seguro, organizado e com uma população muito amigável. Para os finais de semana, nas próprias escolas existem empresas oferecendo excursões pra lugares um pouco mais distantes. Tudo funciona muito bem lá: segurança, transporte e outras facilidades que, em uma semana, nos faz parecer que estamos   em casa.

Claro, talvez eu tenha tirado a sorte grande de tudo ter corrido tão bem mas acho que isso é o que ocorre com mais frequência, pois os novos amigos compartilhavam deste sentimento. Na escola, principalmente para estrangeiros, fiz amizade com pessoas vindas de muitos países diferentes como Japão, Suíça, França, Alemanha, Coreia do Sul e Tailândia entre outros.

12814778_1363477483678513_2135424431421851686_n

 

Além das belezas naturais, que já são motivos suficientes pra fazer esta escolha, em NZ existe uma “cultura” de esportes radicais e aventuras do gênero. Foi lá que fiz BungeeJumping, OGO – bola de plástico que a gente vai dentro rolando ladeira a baixo, conheci um parque geotermal de atividade vulcânica, andei nos carts parecidos com os carrinhos de rolimã, fiz rafting, conheci uma praia que verte água fervendo… Enfim, não foi tempo suficiente pra conhecer tudo na ilha norte e faltou toda a ilha sul. Quem sabe numa próxima oportunidade!”

 

12814670_1368449283181333_574511547831834768_n

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Pamila Capelli – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 305 0

A Pamila Bianca Capelli estudou na iTTTi Vancouver, no Canadá, por 06 semanas e amou cada segundo dessa experiência. Confiram o depoimento dela!

“Fazer este intercâmbio foi a melhor coisa que eu já fiz na minha vida, me desafiei, enfrentei meus medos, conheci um mundo novo, um mundo que me mostrou que devemos aproveitar a cada minuto de nossa vida como se fosse o último, pois depois só restará saudades. Conheci novas culturas, novas pessoas, mas o melhor de tudo, conheci a mim mesma, fiz novos amigos, que mesmo agora distantes vou levar para sempre em meu coração. Vancouver é uma cidade maravilhosa, visitei lugares lindos que sempre guardarei em minha memória, a cada dia que se passava eu me sentia dentro de um sonho que a qualquer momento estava prestes a acordar.”

 

Pamila

Pamila3

Pamila4

Pamila5

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Rodrigo Ortiz – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 288 0

Nosso intercambista Rodrigo Ortiz foi para Londres fazer um curso de 30 dias de inglês, na EC English Language School e está muito feliz com a experiência! Confiram o depoimento do Rodrigo abaixo!

“Confesso que não sou muito de escrever depoimentos e descrever as experiências vividas, porém, esse vale a pena descrever.

Meu acesso à Travelmate se deu por meio de conhecidos que já tiveram a oportunidade de fazer um intercâmbio ou curso de inglês no exterior. Todos, sem exceção, me recomendaram o atendimento dessa agência! Atendimento excepcional!

Fiz muita pesquisa antes de decidir o local que iria (Dublin, Malta, Cidade do Cabo, Londres, etc), e, confesso, se não fosse a ajuda da Travelmate, eu ainda estaria pesquisando. Orçamentos, indicações, orientações e atendimento de primeira linha. Difícil encontrarmos empresa com tamanha seriedade e que nos presta feedback de forma quase imediata.

Me conhecendo um pouco mais, até porque eu não parava de fazer questionamentos (rs), a Myriam (da Travelmate Joinville) me apresentou o projeto EC London 30 , curso destinado a pessoas maiores de 30 anos. Assim, com a ajuda da Travelmate fiz a opção que já estava no coração e apenas faltava aquele incentivo. Optei pelo curso de 30 dias em Londres.

Partindo para a experiência, a Escola possui estrutura excelente, professores capacitados e técnicas de ensino tanto gramatical quanto verbal de fácil assimilação. Excelente escola. Quanto a acomodação, optei pela Somerset Residence, apartamentos/flats destinados exclusivamente para estudantes, escolha excepcional.

Londres é fantástica. Tive uma experiência incomparável! Trata-se de uma cidade cosmopolita e multicultura! London Eye, Canden, London Bridge, Convent Garthen, Nothing Hill, Chinatown, enfim, tantos lugares! Lá, além de interagir – em inglês – com nativos, irlandeses, escoceses, tive a oportunidade de conhecer pessoas de diferentes partes do mundo com culturas e hábitos totalmente diferentes dos nossos, Suíços, Japoneses, Coreanos, Chineses, Turcos, Italianos, Alemães, Espanhóis e outros. Grande oportunidade de abrir nossas mentes e ampliar nossos horizontes.

Enfim, só tenho a agradecer a ajuda, a compreensão e a paciência (que não foi pouca) da Travelmate comigo. Competência e dedicação são ingredientes que sobram nessa equipe. A todos da agência meu muito obrigado! E digo mais, logo estou voltando!”

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Henrique Zolet – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 316 0

A África do Sul é um país fantástico, não só por suas paisagens e sua natureza, mas também por sua cultura! O Henrique fez inglês por 04 semanas pelo Programa Teens da LAL Language School na Cidade do Cabo e curtiu muito a experiência, confira o depoimento do Henrique Zolet:

A Cidade do Cabo é o lugar mais bonito que já fui e a África do Sul possui uma cultura riquíssima. Além de fazer muitos amigos aprendi muito nesta viagem, sobre a união de pessoas e povos, sobre o respeito as diferenças e sobre a natureza e suas incríveis estruturas e ensinamentos.

 

“É pelo sinal da amizade que se unem os homens, os povos e as raças, e é sob seus auspícios que há de haver paz na Terra”. 

González Pecotche

12687911_946149498803750_2867477700302897245_n

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Alexandre Mendonça – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 311 0

O Alexandre Mendonça teve a ideia de fazer intercâmbio em 2014, se preparou por quase um ano para fazer essa viagem e escolheu Fort Lauderdale, na Flórida, para estudar inglês por 3 meses.

Para poder trazer um pouco do que aprendeu e viveu para nós, Alexandre criou a série “O Mundo Lá Fora”, em que conta um pouco do seu dia-a-dia nos Estados Unidos, com algumas dicas e relatos da sua experiência no exterior.

 

Nesse vídeo, ele conta como é sua rotina e o seu caminho para a escola.

Saiba mais sobre como foi o intercâmbio dele, clicando aqui.

Angela Souza – Curso de inglês

Postado por: Manu Cavalli/ 308 0

No final de Março a Angela Sousa fez intercâmbio de 4 semanas em Fort Lauderdale, pertinho de Miami!

Ela estudou na Embassy English e foi assessorada pela Travelmate, no vídeo ela conta um pouquinho como foi a experiência. =)

angela angela

 

Apertem o PLAY e saibam tudo sobre o intercâmbio dela!

 

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Lívia – High School no Canadá

Postado por: Manu Cavalli/ 287 0

A Lívia foi para o Canadá e é a correspondente oficial da Galera CAPRICHO fora do Brasil.

Fiquem por dentro de tudo e saiba como ela planejou seu intercâmbio de High School no Canadá. =)

 

Mais informações sobre destinos de intercâmbio e programas, entre em contato com a gente!

Rafaella Elger – Higher Education #2

Postado por: Manu Cavalli/ 291 0

A Rafaella tem novidades para o diário do intercâmbio! Entre furacão, passeios, trabalho e faculdade, a vida dela está bem movimentada! No post de hoje, ela também vai contar alguns detalhes sobre as aulas da universidade, fique ligado! Para entender o que está acontecendo assista o vídeo até o final ?

 

 

Deu pra ver que quem gosta de sair da rotina e ter uma vida agitada tem o perfil ideal de intercambista universitário! E ai, se interessou nessa aventura?

 

Veja os outros episódios do intercâmbio da Rafa!