A importância de uma agência certificada no processo do intercâmbio

22

nov
2016

A importância de uma agência certificada no processo do intercâmbio

Postado por: Manu Cavalli/ 163 0

Fonte: Belta

 

Ter comprado a viagem de intercâmbio com uma agência certificada com o Selo Belta, selo de qualidade em educação internacional, fez com que a viagem da paulista Thainá Tamna Pignata, estudante de 19 anos que realizou um ano de high school nos Estados Unidos, fosse um sucesso.

“Desde o primeiro contato, a consultora educacional da agência mostrou muito profissionalismo e preocupação em indicar para a Thainá o melhor programa. Sou muito grata pela dedicação que a agência teve e por ter tratado a viagem da minha filha com tanto carinho, preocupação e cuidado. O retorno disso tudo é que hoje vejo o desenvolvimento dela e principalmente a confiança que aprendeu a ter em si mesma. Sei que crescer, viver e sair da zona de conforto não é fácil, mas ela conseguiu, e a escolha da agência contribuiu muito para isso”, diz Cássia Ferreira, mãe de Thainá.

Empresas certificadas no mercado de educação internacional sabem que as responsabilidades vão além da venda e por isso garantem qualidade e suporte durante toda a experiência, podendo ainda ajudar sempre que for necessário, durante a viagem e na solução de eventuais necessidades que o intercambista venha a ter depois que chegar ao destino, como com acomodação ou com ajustes acadêmicos na escola.

 

Selo Belta

Antes de apresentar um contrato para o estudante assinar, uma boa agência vai destrinchar todas as etapas da viagem educacional e levar em consideração preferências pessoais, objetivos profissionais e estilo de vida do cliente. Ela também auxilia na escolha do destino (com base em detalhes como o clima de preferência do estudante) e afina os aspectos culturais do destino com o que busca o cliente e explica com detalhes a grade de horário das aulas.

“As agências que atuam de forma ética participam de treinamentos frequentes oferecidos por instituições internacionais, que têm o objetivo de atualizar informações e mostrar programas com maior detalhamento. Elas realizam visitas técnicas para avaliar a qualidade da instituição que representam e na qual matricularão seus alunos. E assim podem indicar a instituição mais adequada ao perfil do intercambista”, diz Luiza Souza, diretora da Agência Selo Belta Friends in the World.

Os estudantes que não levam em conta a experiência dos consultores antes de fechar o contrato podem acabar fazendo negócios com empresas que não têm a ética em sua carta de valores. “Infelizmente existem empresas que, para atraírem clientes, adotam uma estratégia suicida no que se refere a preços. Oferecem valores muito abaixo dos praticados pelo mercado, e na maioria das vezes acabam não honrando pagamentos a fornecedores estrangeiros, deixando o cliente sem o curso previamente pago à agência no Brasil”, diz Allan Mitelmão, diretor Agência Selo Belta da Just Intercâmbios. Uma forma de o estudante se precaver é solicitar via agência o comprovante de quitação.

Outra cilada em que o estudante pode entrar é a de comprar o programa em uma agência que não tenha o cuidado de falar detalhadamente a respeito das instalações da instituição, do número de alunos por sala, da localização da escola, nem de contextualizar os preços dos cursos em relação a outras possibilidades que possam interessar ao cliente.

Uma boa agência tem referências da escola com base em experiências de outros alunos que já tenham estudado lá ou mesmo através de visita técnica à instituição. Outra coisa importante: o preço passado ao estudante é um valor tabelado, feito pela escola para todas as agências.

“As escolas divulgam para as agências tabelas com os valores dos cursos que oferecem e as agências usam os valores dessa tabela para montar o programa de intercâmbio para o cliente, sem alterar o preço do curso. A agência que pratica preços diferentes da tabela oficial da escola, alterando o preço do curso, não está agindo com ética e transparência, prejudicando o cliente e o mercado de uma forma geral”, diz Luiza Souza.

Ainda sobre as escolas, um equívoco muito comum é o de achar que comprando direto da instituição estrangeira, sem intermédio de uma agência no Brasil, o gasto será menor. Pelo contrário: além de seguirem leis de proteção ao consumidor no Brasil, com base no Código de Defesa do Consumidor, as agências têm contratos de parceria e de representação com algumas das instituições com as quais trabalham.

“A maioria das escolas internacionais, a fim de manterem a parceria com as Agências Selo Belta, oferecem promoções e descontos exclusivos para os clientes que compram o intercâmbio com essas agências, descontos aos quais o cliente que compra direto não tem acesso”, diz Allan Mitelmão, diretor da Agência Selo Belta Just Intercâmbios

Ao pensar em fazer um intercâmbio no exterior, fique atento a todas estas dicas. Encontre uma agência de intercâmbio confiável e sempre escolha aquela que dará total suporte em todas as etapas e que possua certificação e referência no mercado.

Administrator

Analista de marketing digital na agência Sirius Soluções Digitais. Esporte preferido: Futebol, no qual sou fanático e acompanho o que for possível. Hobby: Jogar vídeo-game. Sonho: Viajar para diversos lugares.

Deixe o seu comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, digite seu nome
Por favor, digite o seu e-mail
Por favor, digite um e-mail válido