setembro 2018

mochilão-pela-América-do-Sul-750x400

Os destinos que não podem faltar no seu mochilão para América do Sul

Postado por: Sirius/ 166 0
A América do Sul esconde jóias que quando descobertas, impressionam até aos viajantes mais experientes. Ao total, são 12 países que a compõem essa porção continental: Brasil, o maior deles, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela, além da Guiana Francesa.

O território do continente possui grandes vazios demográficos, como por exemplo o deserto do Atacama, a Patagônia, e até mesmo a região da Amazônia, no Brasil. São estes vazios muitas vezes, os responsáveis pela particular beleza encontrada na América do Sul. Portanto, unindo estes grandes pedaços de terra  parcialmente inabitados com as belezas das grandes cidades é a combinação perfeita que faz da América do Sul um lugar especial.

Confira os destinos imperdíveis para quem se decidiu por um mochilão ou até mesmo um intercâmbio em algum país da América do Sul.

Argentina

Começando pelos hermanos, indiscutivelmente a Argentina é um país rico em cultura e lugares de extrema beleza natural ou construída, a exemplo de sua capital Buenos Aires, que de forma alguma pode ficar de fora da lista de quem vai visitar o país. Portanto, na Argentina, não deixe de ver:

– Buenos Aires

– Patagônia

– Bariloche

– Mendoza

 

Mochilão América do Sul

 

Os três últimos destinos serão melhor aproveitados em épocas de frio, de preferência frios mais extremos. Se a ideia é unir neve, degustação de excelentes vinhos e esportes radicais como esquiar na neve, você estará bem amparado.

Chile

O deserto do Atacama, uma das jóias do país, é uma atração para turistas de todas as partes do mundo. Além do Atacama, você não pode deixar de conhecer de perto o Parque Nacional Torres del Paine: um dos redutos naturais mais preservados do mundo que te faz sentir em meio à uma imensidão natural incrivelmente bela.

Uma vez no Chile, não há como deixar de visitar a capital Santiago. Assim, a lista fecha com:

– Deserto do Atacama

– Parque Nacional Torres del Paine

– Santiago

Mochilão América do Sul

Peru

O imperdível do Peru é Machu Picchu. Lugar nenhum do país se iguala com a importância e curiosidade que pairam sobre este magnífico Patrimônio da Humanidade declarado pela UNESCO. Além de Machu Picchu, a cidade que dá acesso se chama Cusco, e também merece uma visita com calma. Se você se interessa por história, Cusco vai ser uma aula que lhe mostrará de perto a cultura dos incas, prédios coloniais e ruínas dispersas por diversos pontos da cidade.

Já Lima, é interessante caso você deseje conhecer a capital do país e queira saborear com mais intensidade a culinária peruana. Finalizamos assim:

– Machu Picchu

– Cusco

– Lima

Mochilão América do Sul

 

Colômbia

Em razão de investidas governamentais no âmbito do desenvolvimento urbano do país, cidades como Medellín e Bogotá se tornaram exemplos de atitudes bem sucedidas em favor do bem-estar de sua população. Medellín, deixou de ser uma cidade notoriamente conhecida como violenta para se tornar um exemplo mundial de transformação urbana e social, com soluções criativas e inclusivas. Vale a pena ver isso de perto.

Se tratando de paraísos naturais, a Colômbia também não fica para trás. Cartagena e Ilha de San Andrés  são espetáculos à parte. Portanto, anote:

– Medellín

– Bogotá

– Cartagena

– Ilha de San Andrés

Mochilão América do Sul

Equador

Quito, a capital, e Cuenca, com o centro histórico mais charmoso do país, são preciosidades que merecem a visita. Para não sermos injustos, é preciso citar também o centro histórico de Quito, o maior de todas as Américas e também eleito Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Para fechar a viagem, conheça de perto o arquipélago de Galápagos, um paraíso para os amantes da natureza.

– Quito

– Cuenca

– Arquipélago de Galápagos

Mochilão América do Sul

Bolívia

No sudoeste da Bolívia, se encontra o maior e mais alto deserto de sal do mundo. O local é espetacular por dar a impressão de ser um mar branco espelhado, com uma sensação de infinito onde nossa visão não consegue alcançar o final do horizonte. No verão, o período é de chuva, e você terá a sorte de encontrá-lo alagado. Se isso acontecer, o espetáculo será absolutamente inesquecível.

– Salar de Uyuni

Mochilão América do Sul

Uruguai

A famosa e badalada praia de Punta del Este deve estar presente na sua lista caso um dia você chegue ao Uruguai. A pouca distância, está a Praia de Punta Ballena, reconhecida por ser palco de um pôr-do-sol indescritível. Ainda, a charmosa Montevidéu com sua “Ciudad Vieja” é um convite para você se perder em meio de suas ruelas e prédios históricos.

– Montevidéu

– Punta del Este

– Punta Ballena

Mochilão América do Sul

A América do Sul merece ser incansavelmente explorada. Conte com a Travelmate para realizar essa grande viagem e marcante experiência na sua vida. Clique aqui e fale com um de nossos consultores!

bob esponja vida real

Fenda do Biquíni na vida real, partiu dormir com o Bob Esponja?

Postado por: Sirius/ 284 0

Quem vive num abacaxi e mora no mar? BOB ESPONJA CALÇA QUADRADA!   

 

Além dele, você também pode ir para a Fenda do Biquíni e passar umas noites na casa abacaxi. A Nickelodeon, reproduziu a moradia do Bob Esponja na vida real, ela fica localizada em Punta Cana no Nick Resort Punta Cana.

bob esponja vida real

O preço não é tão chamativo assim, para passar a noite no quarto mais desejado dos desenhas o preço é de US$3.800 (OUCH).  Mas a estadia vale muito a pena para quem quer ir, saca só: piscina privativa, mordomo e comidas e bebidas inclusas no pacote, existem boatos de quem eles fazem até hambúrguer de siri!

Garanta seu uniforme para o IRONMAN Mar Del Plata, a data limite para personalização é até dia 11 de outubro, peça já o seu!  O IRONMAN Mar Del Plata acontecerá no dia 2 de dezembro, em Buenos Aires.

A decoração é temática e tem até uma réplica em tamanho real de Gary!

bob esponja vida real

Descubra 12 expressões típicas de terras Australianas

Descubra 12 expressões típicas de terras Australianas

Postado por: Sirius/ 161 0

 

Um intercâmbio é sempre a melhor maneira de conhecer a fundo a cultura e costumes de um país. E será provavelmente neste momento de vida que você se deparará com expressões que somente os nativos de cada lugar conhecem bem. A Austrália, é um destes lugares que escondem expressões típicas e modos de falar bastante próprios. Confira uma seleção dos que provavelmente sejam os termos mais falados no dia-a-dia dos australianos.

 

– Aussie, Ozzie, Oz e Ocker

Estas são expressões típicas usadas para se referir à Austrália ou aos australianos.

– Hooroo

Saber se despedir de alguém, ou seja, dar aquele bom e velho “tchau” provavelmente tenha sido uma das primeiras coisas que você tenha aprendido em inglês. Mas se você ouvir “Hooroo” pela primeira vez, provavelmente não saberá que significa o mesmo que “Goodbye”, o nosso “tchau”. Esteja pronto para desejar em alto e bom som: “Hooroo my friend, see you tomorrow!”

 

– Mate

Você poderia ter terminado a frase anterior substituindo o “my friend” por “mate”. Para os australianos, dizer “mate” é se referir a um amigo.

 

– Good on ya!

Parece até outra língua, mas é inglês australiano. Essa expressão significa que algo foi bem feito, e mostra que você realmente gostou do que foi feito ou do que aconteceu.

 

– Stubby

Assim como no Brasil temos diversas formas de nos referirmos à cerveja, na Austrália não é diferente. Ao invés de beer, eles usam a gíria “stubby” quando é garrafa. Se for lata, o mais comum é usar a expressão “tinny”.

 

– Fair enough

Uma maneira bastante comum de dizer “ok”.

 

– Heaps

Um jeito bem australiano de enfatizar o termo “a lot”. É comum escutar por lá um agradecimento utilizando a expressão heaps, por exemplo: “Thanks heaps for help me” (muito obrigado por me ajudar).

 

– Cuppa

Os australianos adoram expressões típicas e também uma boa xícara de chá ou café e o termo “cuppa” é o mais usado para se referir a estas bebidas. Se alguém te perguntar “How do you like your cuppa?” estará se referindo ao modo de preparo da sua xícara de chá ou de café.

 

– Thong

Como este é um acessório que você provavelmente usará bastante lá na Austrália, vale a pena colocar na lista. “Thong” é o mesmo que “flip flops” ou seja, chinelo de dedo. Se um dia você precisar, basta dizer “I need a new pair of thongs”, todos lhe entenderão.

 

Barbie

Um dos momentos mais sagrados para a maioria dos australianos é esse: Um bom e saboroso churrasco. Por lá, os churrascos são mais do que simples refeições, são vistos como reflexos de um estilo de vida.

 

– Brekky

Já que estamos falando de comida, aí vai uma abreviação para outra refeição: brekky é café da manhã para os australianos. A propósito, o café da manhã por lá é levado bastante a sério. No cardápio, uma junção que inclui ovos, bacon, avocado, feijão, salsicha, pão, torrada e por aí vai.

 

– Arvo

Um diminutivo para “afternoon”. Assim, “arvo” a rigor, significa tarde. “I saw him down the pub this arvo”.

 

Agora que você se sente mais preparado e está inteirado sobre as expressões típicas para fazer as malas e partir pra Austrália, fale com a Travelmate e faça desse sonho uma realidade! Clique aqui e fale com um de nossos consultores.

5 paraísos espanhóis que você precisa conhecer

Além de Madrid e Barcelona: 5 paraísos espanhóis que você precisa conhecer

Postado por: Sirius/ 153 0

Além de Madrid e Barcelona: 5 paraísos espanhóis que você precisa conhecer

 

Um dos destinos turísticos mais belos e visitados do mundo, uma cultura riquíssima e um povo de personalidade forte. Assim é composto o trio que pode representar genericamente o que é a Espanha aos olhos do mundo. Quando se fala em Espanha, provavelmente o que virá em seu pensamento serão as duas cidades mais populares e emblemáticas do país, seja pela sua importância, história, beleza ou representatividade: tendemos a visualizar as gigantes Madrid e Barcelona.

Porém, e aqui não contaremos nenhuma novidade, a Espanha vai muito, mas muito além disso. Não seria ousadia dizer que o país detém praias, por exemplo, que não perdem para nenhuma outra no mundo, e em todos os quesitos comparativos.

E para comprovar, listaremos 5 grandes paraísos espanhóis que merecem tanta fama quanto qualquer outro canto da linda terra espanhola.

Praia de Gulpiyuri, Astúrias

Além de linda, a praia de Gulpiyuri detém um título relevante: ela é considerada a menor praia do mundo. Nada exagerado, já que a orla possui apenas 50 metros de extensão. No entanto, um detalhe a deixa ainda mais especial: a praia de Gulpiyuri só pode ser acessada por corajosos aventureiros, já que carros não tem acesso ao local. O local é tido como Monumento Natural do país e protegida pelo governo espanhol. Com toda a certeza, Gulpiyuri fará você se sentir em uma ilha deserta, em plena Espanha.

 

Praia de Covachos

Localizada perto de Santander, precisamente na cidade de Soto de la Marina, a praia de Covachos possui, além de uma beleza impressionante, uma característica curiosa. Ela se encontra dividida, de forma natural, por uma grande formação rochosa. Tal rocha, é a responsável por criar um efeito de que a praia possui dois mares que estão cortados por uma fina faixa de areia. Se um dia você for a Covachos, só tenha em conta um detalhe: a praia é um tanto quanto “naturalista” e nem todo mundo estará utilizando trajes de banho. Se isto não for um problema, aproveite a visita à praia para conhecer a linda cidade de Santander e suas preciosidades, como a Catedral e o Mirante Cabo Mayor.

 

 

 

Hayedo de Otzarreta

Se você confundir a paisagem de Hayedo de Otzarreta com uma pintura, não se sinta só. Também não é uma miragem, se você estiver visitando o local no outono, quando costuma ser chamado de “bosque encantado”. Pelo seu valor paisagístico e natural, o bosque faz parte do espaço protegido do Parque Natural de Gorbeia.

Photo: Edu Martín
Photo: Edu Martín

Ilhas Cíes, Galícia

A região conhecida por Islas Cies, em espanhol, faz jus à fama. O paraíso espanhol, que fica, na verdade bem pertinho de Portugal, detém alguns apelidos que nos fazem desconfiar de que estamos realmente perdendo algo grandioso. Conhecida como “Caribe espanhol”, “ilha dos deuses” ou chamada de “o paraíso secreto”, as Ilhas Cies foi um dia descrita pelo popular The Guardian como a praia mais bonita do mundo. Mais precisamente, o arquipélago é composto por 3 ilhas: Monte Agudo, O Faro e San Martiño. Em resumo: um paraíso, de águas cristalinas e areias brancas. Nada mais importa.

Ilhas Cies

 

Enseada Pregonda, Menorca

É claro que Menorca não poderia ficar de fora dessa lista de paraísos espanhóis. Depois de uma longa, mas pra lá de recompensadora caminhada, você chegará à tão desejada praia de areia avermelhada e águas cristalinas. E aproveitando que você estará em Menorca, dê um pulo nas praias Macarella e Macarelleta (preciosíssimas como diriam os espanhóis) e não deixe de passar na região vizinha, Mallorca, para conhecer a ilha e a charmosa Palma de Mallorca, que também abriga uma praia mais linda que a outra.

Enseada Pregonda Menorca

 

Deu vontade de embarcar amanhã pra esses paraísos espanhóis? Você pode contar com a Travelmate para te auxiliar tanto em uma viagem a turismo quanto para te acompanhar em um passo maior, como um intercâmbio. Clique aqui e fale com um de nossos consultores.

 

Escócia Intercâmbio

Escócia: um intercâmbio dos sonhos

Postado por: Sirius/ 165 1
Mesmo um pouco longe dos holofotes quando o assunto é intercâmbio, a Escócia figura entre os mais belos países do mundo na lista de quem tem o privilégio de visitá-la alguma vez.

 

Mesmo fazendo parte do Reino Unido, a Escócia possui singelas particulares que a diferem do restante de países mais visados entre futuros intercambistas como Inglaterra e Irlanda do Norte. Um país idílico, com inúmeras cidades prá lá de históricas, românticas, rodeadas por lagos, montanhas, castelos e mais castelos, excelentes whiskys e ainda, com um povo que anda pra lá e pra cá exibindo a exótica cultura “kilt”. Sabe aquela saia xadrez masculina, geralmente usada em ocasiões formais, bastante incomum aos nossos olhos de habitantes de terras brasileiras? Estas saias são conhecidas como “kilt”.

 

A lindíssima Edimburgo, capital do país, é conhecida como um dos maiores centros financeiros da Europa e está entre as três cidades mais visitadas do Reino Unido. Não é pra menos: a cidade, como a Escócia em geral, é um verdadeiro reduto de história, conhecimento, beleza e sofisticação. Edimburgo, em meio as suas alamedas arborizadas e edificações históricas, elegantes e impressionantemente belas, é marcada por uma veia cultural bastante intensa. A cidade é repleta de teatros, arenas, salões de exposições e grandes museus, oferecendo tudo o que um verdadeiro amante de artes desejaria conhecer algum dia. Sem falar ainda, em seus castelos e palácios históricos que são verdadeiras obras de arte a céu aberto.

 

Para os fãs de história e também de seriados, a série Outlander, que conta a história de Claire Beachaump e sua história de (re)encontros com sua alma gêmea, Frank.  O seriado é gravado na Escócia e retrata o país nos anos 1.745 e 1.945. Interessante, não?

 

No mês de agosto, a exemplo dessa veia cultural, a cidade recebe o dobro de pessoas em comparação ao número habitual, a fim de visitar as famosas apresentações de teatro, música erudita, ópera e balé do Festival Internacional, que também acontece para escritores, com o nome de International Book Festival, além do Fringe e do Jazz Festival. É cultura e entretenimento que não acaba mais.

 

O Palácio de Holyroodhouse é residência oficial da rainha da Escócia e merece uma, duas, três ou quantas visitas forem necessárias para apreciar a magnífica arquitetura e impressionante decoração barroca do interior. Ainda dentro dos limites do Palácio, está a Abadia Agustina de Holyrood, construída no século XII, e embora esteja em ruínas, segue sendo um lugar romântico e misterioso.

 

Outros pontos interessantes que estão próximos ao Palácio, é o Parlamento Escocês, o Museu de Edimburgo, o People’s Story Museum e o Calton Hill, que é uma colina onde estão localizados diversos monumentos que fazem com que a cidade receba o título de “Atenas do Norte”. O “Monumento Nacional” por exemplo, é um monumento composto por 12 colunas criado para homenagear as vítimas nas Guerras Napoleônicas, mas nunca foi finalizado.

 

Outro distrito bastante próximo à capital que merece ser visitado com calma durante a estadia, é Leith. A região era conhecida pela construção de navios, produção de whisky, lustres, cristais entre outros.

 

A Escócia, por fim, é um país onde a natureza e sofisticação de sua arquitetura dão um show à parte. A tranquilidade reina e a variedade de montanhas é um convite tanto para aqueles que querem relaxar em meio à natureza quanto para os que curtem esportes de aventura. Trilhas, mountain bike, canoagem e rafting são os mais praticados no litoral e interior do país.

 

A culinária do país é baseada em carnes e batatas, e semelhantemente com o que ocorre na Inglaterra, os escoceses também tem o hábito de recorrer à fritura para incrementar o sabor de seus pratos.

 

Além de Edimburgo, capital da Escócia, as cidades mais populares para visita, e com razão, são: Glasgow, Dundee, Angus e Fife. A moeda do país é a libra esterlina, e os idiomas oficiais são o inglês e o gaélico escocês.

 

Fale com a Travelmate para conhecer as melhores opções de intercâmbio para a Escócia e partir para uma etapa memorável na sua vida. Clique aqui e fale com um de nossos consultores.