Categoria: Dicas de Destinos

Além de Madrid e Barcelona: 5 paraísos espanhóis que você precisa conhecer

Postado por: Sirius/ 19 0

Um dos destinos turísticos mais belos e visitados do mundo, uma cultura riquíssima e um povo de personalidade forte. Assim é composto o trio que pode representar genericamente o que é a Espanha aos olhos do mundo. Quando se fala em Espanha, provavelmente o que virá em seu pensamento serão as duas cidades mais populares e emblemáticas do país, seja pela sua importância, história, beleza ou representatividade: tendemos a visualizar as gigantes Madrid e Barcelona.

Porém, e aqui não contaremos nenhuma novidade, a Espanha vai muito, mas muito além disso. Não seria ousadia dizer que o país detém praias, por exemplo, que não perdem para nenhuma outra no mundo, e em todos os quesitos comparativos.

E para comprovar, listaremos 5 grandes destinos espanhóis que merecem tanta fama quanto qualquer outro canto da linda terra espanhola.

Praia de Gulpiyuri, Astúrias

Além de linda, a praia de Gulpiyuri detém um título relevante: ela é considerada a menor praia do mundo. Nada exagerado, já que a orla possui apenas 50 metros de extensão. No entanto, um detalhe a deixa ainda mais especial: a praia de Gulpiyuri só pode ser acessada por corajosos aventureiros, já que carros não tem acesso ao local. O local é tido como Monumento Natural do país e protegida pelo governo espanhol. Com toda a certeza, Gulpiyuri fará você se sentir em uma ilha deserta, em plena Espanha.

 

Praia de Covachos

Localizada perto de Santander, precisamente na cidade de Soto de la Marina, a praia de Covachos possui, além de uma beleza impressionante, uma característica curiosa. Ela se encontra dividida, de forma natural, por uma grande formação rochosa. Tal rocha, é a responsável por criar um efeito de que a praia possui dois mares que estão cortados por uma fina faixa de areia. Se um dia você for a Covachos, só tenha em conta um detalhe: a praia é um tanto quanto “naturalista” e nem todo mundo estará utilizando trajes de banho. Se isto não for um problema, aproveite a visita à praia para conhecer a linda cidade de Santander e suas preciosidades, como a Catedral e o Mirante Cabo Mayor.

 

 

 

Hayedo de Otzarreta

Se você confundir a paisagem de Hayedo de Otzarreta com uma pintura, não se sinta só. Também não é uma miragem, se você estiver visitando o local no outono, quando costuma ser chamado de “bosque encantado”. Pelo seu valor paisagístico e natural, o bosque faz parte do espaço protegido do Parque Natural de Gorbeia.

Photo: Edu Martín
Photo: Edu Martín

Ilhas Cíes, Galícia

A região conhecida por Islas Cies, em espanhol, faz jus à fama. O paraíso espanhol, que fica, na verdade bem pertinho de Portugal, detém alguns apelidos que nos fazem desconfiar de que estamos realmente perdendo algo grandioso. Conhecida como “Caribe espanhol”, “ilha dos deuses” ou chamada de “o paraíso secreto”, as Ilhas Cies foi um dia descrita pelo popular The Guardian como a praia mais bonita do mundo. Mais precisamente, o arquipélago é composto por 3 ilhas: Monte Agudo, O Faro e San Martiño. Em resumo: um paraíso, de águas cristalinas e areias brancas. Nada mais importa.

Ilhas Cies

 

Enseada Pregonda, Menorca

É claro que Menorca não poderia ficar de fora dessa lista. Depois de uma longa, mas pra lá de recompensadora caminhada, você chegará à tão desejada praia de areia avermelhada e águas cristalinas. E aproveitando que você estará em Menorca, dê um pulo nas praias Macarella e Macarelleta (preciosíssimas como diriam os espanhóis) e não deixe de passar na região vizinha, Mallorca, para conhecer a ilha e a charmosa Palma de Mallorca, que também abriga uma praia mais linda que a outra.

Enseada Pregonda Menorca

 

Deu vontade de embarcar amanhã pra Espanha? Você pode contar com a Travelmate para te auxiliar tanto em uma viagem a turismo quanto para te acompanhar em um passo maior, como um intercâmbio. Clique aqui e fale com um de nossos consultores.

 

Vantagens de estudar em Portugal

Postado por: Sirius/ 306 2

Só a vantagem de ter o mesmo idioma falado em um país europeu já daria a Portugal a fama de ser um dos países preferidos de estudantes brasileiros para fazer intercâmbio. Somado a isso, o clima do país é ameno, a culinária é irresistível e as paisagens, encantadoras.

 

Além disso, não faltam Universidades de tradição e excelência para aqueles que estão em busca de um período de estudos com muita qualidade. Um outro ponto positivo a favor de Portugal com relação à estudos é a facilidade de ingressar nas Universidades portuguesas. O processo de admissão é mais simples que outros países estrangeiros pois desde 2014, é possível ingressar em uma graduação em instituições de ensino portuguesas com as notas do ENEM. É importante lembrar que cada uma trabalha com diferentes processos de admissão, especificando, por exemplo, notas mínimas, pesos e número de vagas disponíveis.

 

Levando em consideração a posição geográfica do país, morar em Portugal também permite um fácil deslocamento para diferentes países da Europa. Assim, fica fácil (e muitas vezes surpreendentemente acessível) viajar para conhecer outras regiões da Europa, graças ao livre trânsito praticado na União Europeia. Além do mais, o país é pequeno. Saindo de Porto ou Lisboa, você pode pegar uma praia em no máximo 30 minutos, e se sobrarem alguns dias livres, aproveite: é possível visitar qualquer cidade do país, inclusive alguns países vizinhos, em um bate-volta de trem ou de carro.

 

Se tratando de viagens para cidades portuguesas, Lisboa, Porto, Algarve e Sintra são destinos imperdíveis e os mais requisitados para passar o verão.

 

Não se convenceu? Então aí vai uma outra vantagem das grandes: É barato viver em Portugal. Não apenas o custo de vida que envolve moradia e transporte tem um custo bastante acessível, mas você também terá de se esforçar para resistir aos preços baixos de roupas, passeios e restaurantes.

 

 

Mesmo que não seja necessário ser proficiente em uma outra língua para estudar em Portugal, você terá de se acostumar com o sotaque carregado dos portugueses, o que também não deixa de ser uma experiência enriquecedora. Porém, tenha em conta que o país está muito próximo à Espanha, e nada impede de você separar um tempinho pra tentar alavancar o seu espanhol.

 

A Travelmate, além de dar toda a assistência necessária para os preparativos da sua viagem à Portugal, possui uma unidade própria localizada na cidade de Porto. Este é um diferencial que proporciona inúmeras comodidades ao intercambista, pois oferece suporte direto, recepciona e auxilia no dia a dia.

 

Dentre as vantagens oferecidas em nossos pacotes, inclui-se assessoria para colocação Universitária na região de Porto e suporte na hora da chegada na cidade, no Pacote Premium Porto. Caso você necessite apenas de um ou de outro, a Travelmate oferece os dois itens separados. Você pode optar apenas pela assessoria de colocação universitária – que pode acontecer para qualquer cidade de Portugal – ou optar apenas pelo suporte de chegada em Porto. Esta opção é atrativa pois existem inúmeros estudantes que fazem os seus processos de intercâmbio por conta própria, mas precisam de um suporte local no momento de chegada na cidade de Porto.

 

Conte com a Travelmate para realizar o intercâmbio dos seus sonhos! Clique aqui e fale com a gente.

 

 

Vantagens de intercâmbio na América do Sul

Postado por: Sirius/ 163 0

Se um dia, alguém pedisse para você se imaginar fazendo intercâmbio, muito provavelmente você se imaginaria em algum destino não muito longe de países como Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia ou em algum dos encantadores países da Europa. Mas nem sempre é preciso ir tão longe assim para viver um intercâmbio memorável. Os países da América do Sul são (ou pelo menos deveriam ser) candidatos fortíssimos para a escolha do destino do seu intercâmbio.

 

É natural que os aspirantes a intercambistas mirem países que estão mais distantes, como aqueles anteriormente citados, que priorizem a língua inglesa para aprendizado e aperfeiçoamento, ou até mesmo tenham a percepção de que indo tão longe, enfrentarão desafios mais intensos e memoráveis.

 

Porém, naturalmente, temos certa dificuldade de nos voltarmos para o que está próximo de nós e que também possa vir a ser uma excelente opção para intercâmbios de curta, média ou longa duração. A América do Sul possui uma cultura e paisagens riquíssimas, e a capital da Argentina, Buenos Aires, é tão encantadora e efervescente que não perde para a maioria das cidades da Europa.

 

 

Além de poder conhecer lugares como Machu Picchu e Cusco no Peru, Buenos Aires, Patagônia e Ushuaia na Argentina, Santiago, Deserto do Atacama, Torres del Paine, Isla de Pascua e Marble Caves no Chile, Ilha Galápagos e Banõs no Equador, Salar de Uyuni e Green Lagoon na Bolívia, Los Roques na Venezuela, Cartagena e Guatapé na Colômbia, Punta del Este e Montevideo no Uruguai, você pode usufruir de pelo menos mais 3 belas vantagens:

 

– O espanhol é um dos idiomas mais importantes e mais falados no mundo;

 

– O nível de ensino na grande maioria das escolas de idiomas é equiparável com o nível dos cursos oferecidos na Europa;

 

– A economia, levando em consideração a cotação da moeda local destes países, pode te permitir certos luxos e passeios a mais. Portanto, há um excelente custo-benefício.

 

Outra vantagem de fazer da América do Sul o seu novo lar, é que você pode entrar em todos os países que fazem parte do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai) sem visto nem passaporte, desde que o período de permanência seja de até 3 meses. Se por acaso esse for o seu caso, apenas a sua carteira de identidade é suficiente. Portanto, além da passagem aérea ser mais barata, você economiza o gasto que teria se tivesse que fazer visto e passaporte e de quebra aproveita pra se divertir ainda mais.

 

Além disso, a América do Sul pode se revelar ainda mais interessante em termos de custo. É possível investir em excelentes cursos de espanhol em países como Argentina, Chile, Peru, Uruguai e Colômbia. Além disso, custos básicos que incluem estadia, alimentação e transporte saem mais em conta, visto que a moeda local destes países é menos valorizada que o real, e farão seu dinheiro render mais, se comparado com o dólar ou o euro.

 

Conheça e valorize o seu continente. Curta as lindas paisagens, desfrute da memorável gastronomia e viva as ricas culturas da América do Sul. Conte com a Travelmate para explorar o que temos de melhor! Clique aqui e fale com a gente.

 

Emilim Schmitz – Viagem para Dubai

Postado por: Tatiana Serbena/ 3598 1

#1 – Vamos viajar para Dubai e Austrália?

#2 – Dubai voando Emirates – Vlog de viagem nos Emirados Árabes

#3 – Um dia em Dubai – o que fazer? | Burj Al Arab | Dubai Marina | Souk Madinat Jumeirah

#4 – Abu Dhabi e Dubai – Mesquita | Emirates Palace | Burj Khalifa | Dubai Mall

#5 – Intercâmbio em Dubai – por que estudar inglês nos Emirados Árabes?

#6 – O que fazer em Dubai? – Vô | Burj Khalifa | Mercados

#7 – Australia – O que fazer em Sydney – Opera House, Darling Harbor e mais – Ep.01 | Mercados

3 incríveis aventuras que fazem valer a viagem

3 incríveis aventuras que fazem valer a viagem

Postado por: Tatiana Serbena/ 481 0

3 incríveis aventuras que fazem valer a viagem: Todo viajante tem em mente a sua própria lista de aventuras, sejam elas radicais ou não. Essas aventuras podem incluir desde voar de balão na Capadócia a pular de Bungee Jump na Nova Zelândia.

Pensando nos aventureiros dispostos a encarar qualquer parada, criamos uma lista com 10 sugestões de aventuras que tem tudo para marcar a vida de quem mergulha de cabeça em cada experiência dessas. Lembrando que o tempero de cada experiência não precisa ser apenas radical. Você pode ficar completamente satisfeito e empolgado com diferentes maneiras de ver algumas das paisagens mais bonitas da terra.

Começaremos, portanto, com uma experiência já anteriormente citada e bastante conhecida para quem aterriza em terras turcas:

 

Voe de balão na Capadócia

É com certeza o passeio imperdível da Turquia. Além da sensação de voar em um balão, o que, diga-se de passagem, não é nem um pouco familiar, você terá aos seus pés uma paisagem indescritivelmente bela. Existe um silêncio que paira sobre o momento que transmite paz, tranquilidade e emoção ao mesmo tempo. A consciência de como a natureza é grandiosa é um dos legados mais bonitos dessa experiência. O passeio é concorrido, portanto, reserve-o antes de chegar lá.

capádocia balão travelmate

 

Mergulhe em um cenote mexicano

Os cenotes são espécies de cavernas ou grutas. A diferença é que estão cobertos por água da chuva, e com isso, são formados incríveis poços de água cristalina. No México existem vários deles, e é na Riviera Maia que você pode encontrar a maioria. Além de serem belíssimos, os cenotes tem história. Eles eram de extrema importância para a população Maia, pois além de fonte de água também serviam como local para cerimônias religiosas. Não é de surpreender, pois esses lugares são realmente divinos. Você pode comerçar por Tulum, onde está o famoso Cenote Dos Ojos ou conhecer o Gran Cenote, para ver de perto uma água incrivelmente cristalina e uma das representações mais bonitas da arquitetura gótica do mundo.

mexico travelmate

Acampe na Antártica

Parece impossível, mas não é. A Antártica pode ser considerada a fronteira limítrofe quando se trata de uma viagem de aventura. Por lá, existe vida e paisagens selvagens e é possível viver (nem que seja apenas por poucas noites) encarando toda essa novidade de perto. Diferente do que a maioria pensa, visitar o Continente Branco não é somente para cientistas ou pesquisadores. Para chegar na região mais fria do planeta, você precisa se deslocar até Ushuaia, na Argentina para então percorrer cerca de 1000 km de navio quebra-gelo. A melhor época para encarar essa aventura gelada é entre novembro e abril, pois as temperaturas estão um pouco mais amenas. Uma das sensações mais incríveis é quando bate meia noite e ainda é possível ver o sol no horizonte, pois o dia tem quase 24 horas. O lugar é inóspito e observar paisagens, animais e um campo vasto de água congelada vale mais do que uma visita a qualquer museu da face da terra.

3 incríveis aventuras que fazem valer a viagem
3 incríveis aventuras que fazem valer a viagem

Conte com a Travelmate para embarcar rumo ao destino dos seus sonhos. Clique aqui e fale com a gente!

au pair intercambio

Au Pair – Intercâmbio Cultural

Postado por: Tatiana Serbena/ 1358 1

AU PAIR – INTERCÂMBIO BARATO E MUITO PROCURADO

Au Pair é uma das modalidades mais procuradas e menos custosas de se fazer intercâmbio. O foco principal de uma Au Pair é acompanhar, brincar e principalmente cuidar de uma criança, por isso, a responsabilidade é grande. No entanto, é uma experiência que tem tudo para ser inteiramente gratificante. O Au Pair existe para oferecer a oportunidade de conhecer um novo país, vivenciar uma nova cultura, mergulhar em diferentes experiências, conhecer muitas pessoas novas e ao ser a responsável por cuidar de crianças, criar laços com a família hospedeira.

Dentre as principais responsabilidades que cabem à uma Au Pair, existem algumas mais presentes no dia a dia, como preparar refeições, mergulhar em brincadeiras, manter o quarto da criança limpo e arrumado, levar e buscar a criança na escola e atividades extracurriculares diárias, ajudar na lição de casa e colocá-la para dormir.

Conheça os programas de Au Pair com destinos para a França, Estados Unidos e Alemanha!

au pair
Au Pair

 

Para garantir um intercâmbio Au Pair seguro tanto para você quanto para a família da criança, existem algumas restrições em que você deve responder sim antes de se candidatar para ser a próxima Au Pair. Primeiramente, você só poderá ser uma Au Pair se tiver entre 18 e 26 anos. Se encaixando neste quesito, serão exigidas algumas outras questões que tem a ver com tempo de experiência (é preciso no mínimo 200 horas comprovadas de trabalho com crianças), formação escolar, exigência de carteira de motorista, boa saúde, disponibilidade de tempo para morar no exterior entre outras.

O mais importante antes de iniciar o seu trabalho e experiência como Au Pair é estar disposta e feliz em cuidar e acompanhar o desenvolvimento de uma criança e as suas necessidades do dia a dia, assim como ter a consciência de que é preciso haver uma confiança mútua entre a Au Pair e a família hospedeira.

Quem opta pelo intercâmbio Au Pair, ganha uma remuneração semanal que geralmente é suficiente para cobrir todos os custos do programa. A família paga o salário e garante alimentação e hospedagem para a Au Pair, ou seja, a casa onde você trabalha também passa a ser o seu cantinho.

Um dos pontos mais interessantes do intercâmbio Au Pair é o incentivo para o estudo. Sendo assim, a Au Pair ganha uma bolsa que deve ser destinada para este fim. É possível pagar um curso de inglês ou cursar uma disciplina que você tenha interesse em aprender.

O país que mais recebe jovens interessadas nesse tipo de experiência são os Estados Unidos. França e Alemanha também são países que estão com as portas abertas para quem deseja ser uma Au Pair, porém é necessário ter um nível de conhecimento dos respectivos idiomas.

Além do Au Pair ser uma das modalidades de intercâmbio com a melhor relação custo-benefício entre os programas de trabalho, a passagem aérea também fica por conta da família hospedeira.

Aproveite para conhecer e mergulhar no cotidiano de uma cultura diferente, falar outro idioma diariamente com nativos, exercer o seu dom de cuidado e atenção e ainda realizar o sonho de conhecer um país diferente.

Conte com a Travelmate para ser a próxima Au Pair. Clique aqui e fale com um de nossos consultores.

Três destinos para aprender inglês e economizar

Postado por: Tatiana Serbena/ 422 0

A chance de aprender inglês no exterior é uma oportunidade de ouro pra quem precisa dominar o idioma. A boa noticia é que você pode fazer isso, e ainda economizar dinheiro fugindo dos destinos mais populares do mapa caso volte os olhares para destinos mais alternativos. Países como a requisitada Austrália, a exótica África do Sul e a badalada Malta são as melhores opções para quem busca se aperfeiçoar no idioma, fazer turismo e economizar.

Além de serem países com uma excelente oferta de ensino de inglês, os três possuem uma vantagem em comum. A excelente estrutura turística de seus lugares exuberantes e atrativos fazem a motivação de estar lá, decolar. O apoio aos estudantes também é outro fator digno de ser considerado e pontuado como benéfico, pois em determinados países existem restrições ou uma burocracia demasiada que dificulta a permanência e liberdade do estudante do local.

Países como África do Sul e Malta por exemplo, possuem uma particularidade que pode ser bastante positiva se o seu objetivo é uma imersão total na língua inglesa. Nos dois existe um número reduzido de brasileiros, o que te proporciona um contato maior com estudantes estrangeiros e moradores nativos. Esse ponto com certeza impulsionará os ganhos do seu intercâmbio, em termos de aprendizado e experiências diferentes.

Já a Austrália, por suas mil e umas qualidades, costuma receber um número um pouquinho maior de brasileiros, no entanto, não é um fator que chegaria a ser prejudicial ao seu intercâmbio. Esse ponto vai muito da sua postura de imersão no idioma estrangeiro que acaba determinado pela nacionalidade que você mais conviverá.

Três destinos para aprender inglês e economizar
Três destinos para aprender inglês e economizar

 

Um outro ponto positivo da Austrália, além de ser um país com imensas qualidades e atrações, e por isso um pouco mais caro que os outros dois, é com relação à facilidade de obter visto que autorize o trabalho em meio período. Muitos estudantes buscam essa complementação na renda, e ir para a Austrália pode ser um fator determinante para essa conquista.

Na África do Sul, o destino mais comum é a Cidade do Cabo. O local garante um baixo custo de vida, visto que a moeda é desvalorizada em comparação com o real. Em Malta, você pode optar por Saint Julians. Mesmo sendo o euro a moeda oficial do país, por lá as coisas não costumam ser tão caras, principalmente se tratando de cidades pequenas e acolhedoras, como Saint Julians. Por lá, existem excelentes ofertas de ensino de inglês, visto que o inglês é um dos dois idiomas oficiais do país.

Cape Town

A Austrália é longe de ser uma opção barata. Mas se colocarmos a alta do dólar americano e do euro em questão, o destino passa a ficar um pouco mais atrativo se nos voltarmos para o custo/benefício. Lembre-se também do fator que estimula o trabalho meio período na Austrália, o que pode acabar ajudando muito no final das contas.

Entre em contato com a Travelmate e dê o primeiro passo para realizar o seu sonho de morar fora!

Os três modelos de hospedagem mais comuns no intercâmbio

Postado por: Tatiana Serbena/ 369 0

Se tratando de intercâmbio, uma série de decisões devem ser tomadas. Para ter certeza de que você chegou na melhor opção, é preciso primeiramente conhecer as alternativas possíveis e fazer um balanço dos fatores que mais pesam. Uma importante decisão a ser tomada é com relação a sua moradia. Listamos abaixo as três modalidades mais comuns e pontuamos as vantagens e desvantagens mais evidentes de cada uma delas. Lembrando que essa é uma decisão que não precisa ser fixa do início ao fim do seu intercâmbio. Você pode mudar caso não se sinta à vontade ou perceba que não é da maneira como você esperava.

hospedagem mais comuns no intercâmbio
Hospedagem mais comuns no intercâmbio
  • Host Family 

Um dos modelos mais comuns de se hospedar no intercâmbio é o que chamamos de Host Family, que significa morar na casa de uma família e dividir com eles o dia a dia. Este, possivelmente, é o caminho mais curto para economizar e mergulhar na cultura de um país, pois é uma troca bastante significativa e diária. As três maiores vantagens que resumem essa modalidade de hospedagem são: economia, segurança e excelente custo-benefício. Além disso, esse tipo de acomodação costuma ter pelo menos uma refeição inclusa, um fator confortável e que reduz gastos.  Sem contar ainda que “ter uma família” do outro lado pode ser bastante confortante. Há momentos em que pode-se precisar de uma atenção um pouco mais particular.

Além disso, quem vivenciou na pele esse tipo de modalidade de hospedagem afirma ter tido uma melhora e aprofundamento significativo na língua materna local, seja ela qual for. Se a sua intenção for realmente aprender inglês, por exemplo, a Host Family é seguramente uma excelente opção.

No entanto, você pode estar indo para o intercâmbio com um espírito um pouquinho diferente, e opções como “residência estudantil” e “morar sozinho” podem ser mais adequadas.

 

  • Residência estudantil

O ambiente é outro. Você vive entre estudantes que geralmente tem a mesma idade que a sua e possivelmente as mesmas pretensões e objetivos. As acomodações nessa modalidade podem variar entre quartos compartilhados ou individuais. Aqui, você já é um pouco mais dono do próprio nariz e deve menos satisfações. É uma rotina um pouco mais autônoma que a intimidade vivida em uma casa de família. As residências estudantis costumam ter excelentes infraestrutura e localizações centrais privilegiadas. Algumas incluem até mesmo a facilidade das três refeições diárias, já outras oferecem cozinhas e a infraestrutura necessária para que você mesmo faça a sua própria comida. Existem outros tipos de variações, como banheiros compartilhados ou não.

Uma vantagem da residência estudantil que se assemelha à casa de família é o fator convivência diária com a língua diferente da sua e que você provavelmente tenha imenso interesse em aprender.

Uma das principais desvantagens, principalmente em comparação com a casa de família é o preço. Residências estudantis costumam ser mais caras e também mais concorridas. Em alguns casos há filas de espera para conseguir uma vaga. Por mais esse motivo é importante fazer tudo com antecedência.

Lembre-se também do fator convivência. Como você dividirá os espaços e possivelmente seu quarto com diferentes pessoas das mais distintas culturas, é preciso haver uma conversa para que haja a responsabilidade devida, respeito e organização, a fim de evitar conflitos futuros.

Por outro lado, se você pretende ficar muito tempo no local de destino, esse é um ambiente ótimo para a sua chegada. Lá, você irá fazer amigos e encontrar possíveis colegas para dividir um apartamento, opção que oferece um pouco mais de privacidade e conforto, além de criar laços e amizades duradoras com pessoas de diversos lugares.

 

  • Morar sozinho

Eis a opção que exigirá uma disposição maior em desembolsar um valor a mais por mês. Morar sozinho tem qualidades evidentes que atraem qualquer um que deseja uma experiência de autonomia no exterior. No entanto, costuma ser a menos popular entre as opções mais comuns de moradia, principalmente tratando-se de intercâmbio estudantil. Além de ser mais caro na grande maioria dos casos, morar sozinho exige que você tenha mais autonomia em resolver todos os seus problemas de maneira independente. É preciso também ter um pouco mais de controle com gastos e pagamentos de contas.

No entanto, ter o seu próprio cantinho pode significar um prazer imenso para quem não abre mão de conforto, liberdade total e principalmente privacidade.

Se o local comportar, nada impede também que futuramente você também opte por dividir com uma ou mais pessoas, já que existirá a liberdade de fazer esse tipo de escolha. Essa opção cai bem não só pela companhia, caso você deseje, como também para dar uma folga nos gastos mensais da casa.

Agora que você já conhece as principais vantagens e desvantagens de cada uma das principais modalidades de hospedagem para o seu intercâmbio, entre em contato com a Travelmate e dê o primeiro passo para o seu sonho de morar fora!

Intercâmbio na Austrália? Anote 5 experiências inusitadas

Postado por: Tatiana Serbena/ 254 0

Pelo país rico que é, motivações diferentes é o que não faltam para quem elege a Austrália o país de seu intercâmbio. Listamos 5 experiências inusitadas que são dignas de marcar não só o seu intercâmbio, mas a sua vida.

Intercâmbio na Austrália
Intercâmbio na Austrália

 

  • Conheça de perto uma onda gigante de pedra

Na pequena cidade de Hyden existe uma instigante obra prima da natureza. Uma formação rochosa natural com mais de 110 metros de comprimento conhecida por Wave Rock justifica a visita e todas as fotos que serão levadas desse encontro. A propósito, privilegie a visita na época da primavera. As orquídeas florescem e criam um entorno único.

intercâmbio na austrália

 

  • Se jogue nas dunas de Port Stephens

Melhor lugar que esse pra surfar só mesmo um mar com boas ondas. As dunas de Port Stephens oferecem quilômetros de pura beleza e diversão. Para deslizar nas dunas, você praticará algo conhecido como sandboarding, o que é o mesmo que se jogar pelas montanhas de areia com uma tábua ideal para isso. Termine com um mergulho no mar ao lado.

 

  • Nade com tubarões

Por mais assustador que essa ideia pareça, tudo acontece de forma segura. No parque marinho de Ningaloo você pode mergulhar com os bons gigantes conhecidos por tubarões-baleia. Caso você já tenha alguma experiência a mais em mergulho, descubra e explore a diversificada coleção de esponjas, gorgônias e chicotes do mar localizadas nos jardins de esponjas logo na entrada do golfo de Exmouth.

 

  • Viaje ao centro da terra em Hancock Gorge

Já que você estará na outra ponta do mundo, dá pra ir um pouquinho mais além. Encare um passeio conhecido como “viagem ao centro da terra”. O lugar é Hancock Gorge e a paisagem é exuberante. Vale a queda, literalmente.

 

  • Veja de perto a historia das colônias de Port Arthur, Tasmania

Apesar da juventude do país, Austrália também é casa de lugares históricos. Mesmo que pareça inusitado para um país tão belo, sorridente e banhado por águas lindas e cristalinas, a Austrália tem um passado presidiário, e dos pesados. Em Port Arthur está um dos presídios mais duros da época colônias, cheio de historias e personagens emblemáticos. Talvez um dos motivos da fama, é que Port Arthur era o destino final dos condenados mais perigosos da época. O presídio foi fechado em 1877 e hoje ocupa a categoria de Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Ficou com vontade de fazer intercâmbio pra Austrália? Entre em contato com a Travelmate e conheça nossos pacotes e condições especiais.

higher education

Como escolher entre High School ou Higher Education

Postado por: Tatiana Serbena/ 666 0

A pergunta “qual é a melhor idade para fazer intercâmbio” costuma rondar a cabeça de muitos pais e estudantes que têm um intercâmbio em vista e estão entre High School ou Higher Education. Pois bem, a melhor resposta para esta dúvida é justamente que não há resposta certa! Escolher fazer um intercâmbio é uma decisão muito pessoal e a hora certa para acontecer vai depender dos objetivos e motivações de cada um.  Por este motivo é tão importante conhecê-los, pois com isso, vem a certeza do momento mais propício do seu intercâmbio acontecer.

high school ou higher education
High School ou Higher Education

 

Antes de conhecer algumas dicas para definir o melhor momento para um intercâmbio, vamos entender as principais diferenças entre High School e Higher Education? De forma breve, High School é uma modalidade de intercâmbio em que o estudante cursa uma parte ou todo o ensino médio no exterior, substituindo o mesmo período de estudos no Brasil com reconhecimento e validação do Ministério da Educação. Já o Higher Education se difere em termos de nível de estudo, pois está relacionado ao Ensino Superior. O intercambista pode optar por fazer um curso que seja voltado mais para as demandas do mercado de trabalho ou optar por um programa essencialmente acadêmico.

Sabendo para que cada um está destinado, vamos ver alguns pontos que devem ser levados em conta na hora de decidir se você vai para o intercâmbio durante o ensino médio ou se vai durante ou após a graduação? Vamos lá.

 

  1. A vontade precisa ser sua

Seja com 15 ou com 20 anos, é preciso que a vontade e consequentemente a decisão de fazer intercâmbio sejam suas. É comum que existam palpites vindo de todos os lados, principalmente dos pais. Porém, por mais que a opinião e o desejo deles contem muito, o desejo de viver, estudar e morar no exterior precisa estar dentro de você.

 

  1. Encontre e defina os seus objetivos

Ter claro o que você busca e o que quer alcançar com um intercâmbio é essencial para o seu sucesso não só quando estiver lá fora, como também quando voltar. Assim, você saberá o momento certo de ir e se é fazendo um High School ou um Higher Education que você vai conseguir o que deseja.

 

  1. Custos

Gastos sempre devem ser planejados. Atente-se ao momento. Na hora de montar um orçamento para a viagem, leve em consideração gastos que vão além das despesas fixas da mensalidade do curso. Considere passagem aérea, acomodação, alimentação, transporte, viagens extras e passeios. Afinal, todo mundo quer conhecer um pouco além dos limites da sua cidade e isso faz bem!

 

  1. Independência

No intercâmbio High School, a vida é um pouco mais regrada, considerando a idade do intercambista. Por ser menor de idade, você não poderá sair fazendo o que quiser por aí. Você pode tirar a melhor parte dos passeios planejados, da companhia constante nas moradias, e do apoio maior e mais constante que acontece com os estudantes High School. O mais comum para esta idade é morar em alojamentos estudantis ou em casas de família. Em contrapartida, aprenderá a lidar com outras questões que já não fazem parte da vida de quem faz intercâmbio Higher Education. O High School é seu primeiro contato com a independência, e traz lições como o aprendizado por meio de diferentes culturas, a flexibilidade, pois você irá morar com pessoas com diferentes hábitos e o amadurecimento em geral. Já no Higher Education, inclusive pela questão da idade, você também irá colher aprendizados como esses, mas com mais liberdade. Entender como cuidar de sua vida sozinho e escolher quais passos você irá seguir na sua vida pessoal e profissional são crescimentos que esse programa proporciona.

 

Conte com a Travelmate para te auxiliar em todo esse processo.

Descubra o destino ideal do seu intercâmbio em 5 passos

Postado por: Tatiana Serbena/ 1154 0

Com tantas opções disponíveis, como ser certeiro ao escolher o destino do seu intercâmbio? Existem mais de 190 países no mundo e seguramente cada um deles possui uma particularidade, ou algumas delas, que fazem toda a diferença na hora de eleger o país ideal para a sua experiência como intercambista. Existem alguns passos que direcionam a escolha do seu destino, e as principais estão listadas abaixo:

  1. Idioma

Principalmente se a sua intenção for viajar em pouco tempo, impossibilitando o aprendizado necessário de uma segunda língua para se sentir preparado para viajar, considere o idioma que você já domina ou no mínimo, se vira bem. Pergunte-se: qual idioma você quer se aprofundar? Se for inglês, este fator já exclui todos os outros países que não tem o inglês como língua nativa.

  1. Distância

A distância do Brasil em relação ao futuro país de destino, é um fator de peso principalmente se você deseja visitar a sua família ou receber visitas durante o seu intercâmbio. Verifique o que seria possível, e exclua aqueles que ficariam inviáveis para as suas intenções.

  1. Estilo de vida

Entre Europa e Estados Unidos podem haver muitas diferenças se a questão for estilo de vida. Entre Nova York e Firenze, na Itália, existe um abismo. Vai de você entender o que mais se aproxima do estilo de vida que pretende levar no exterior, e então, deixar de lado os países que não se assemelham com o que você está idealizando. Uma agência de intercâmbio ajuda muito no processo de conhecimento de destinos.

Descubra o destino ideal do seu intercâmbio em 5 passos
Descubra o destino ideal do seu intercâmbio em 5 passos
  1. Orçamento

Definir um orçamento, ou seja, um planejamento com relação à quanto você pretende gastar no seu período de intercâmbio é outro fator que pode ser determinante na hora de escolher um destino e desconsiderar outro. Algumas cidades são um pouco (ou muito) mais caras que outras. Procure se aprofundar nas informações que dizem respeito ao custo de vida das cidades que você tem em mente. Você vai acabar tendo que deixar algumas delas de lado e dessa forma, as coisas vão se afunilando.

  1. Objetivos

Imagine-se na cidade de destino e reflita como determinada cidade pode ser benéfica e estar em consonância com os seus objetivos e intenções. Faça pesquisas sobre universidades e cursos disponíveis para a sua área de interesse. É importante, da mesma forma, refletir sobre o seu futuro e aspirações profissionais e pessoais. Assim, vai conseguir extrair o melhor que o seu intercâmbio poderia te proporcionar.

Para o seu conforto, o blog da Travelmate possui diversos conteúdos que respondem algumas dessas questões, não deixe de visitar! Conte com a Travelmate para auxiliá-lo neste processo inicial assim como acompanhá-lo em sua experiência como intercambista. Conheça nossos planos e pacotes disponíveis e boa viagem!

Nestas férias, que tal um intercâmbio?

Postado por: Tatiana Serbena/ 592 0

Aproveitando que estamos em tempo de férias, que tal praticar algum idioma, fazer novos amigos, ter uma imersão cultural, praticar esportes e ainda se divertir? Um intercâmbio de férias é isso e muito mais! Viajar para o exterior tem inúmeros pontos positivos e é uma das melhores épocas para investir em si mesmo, seja para experiência acadêmica, de trabalho ou diversão.

Fazer um intercâmbio nas férias pode ser uma excelente opção para aqueles que não podem, mesmo que momentaneamente, jogar tudo para o alto e partir para uma vida nova no exterior por alguns meses. Encarar as férias com uma dose a mais de planejamento e responsabilidade significa proporcionar a si mesmo uma rica experiência que não interfira nos compromissos atuais, sejam eles acadêmicos ou profissionais.

intercâmbio
Intercâmbio

 

Um intercâmbio de férias é uma opção que não está direcionada apenas à uma idade específica, como só para adultos ou só para crianças e jovens. O importante primeiramente, é estar consciente dos objetivos e motivações que te fazem buscar um intercâmbio. Dentre as razões mais importantes, estão o aperfeiçoamento do idioma, imersão cultural, conhecer lugares, pessoas, e culturas novas, fazer algum curso de rápida duração, como cursos de férias, cursos profissionalizantes, cursos técnicos ou até mesmo fazer um estágio.

Existem, no entanto, programas mais voltados para crianças e jovens que estejam buscando, além de diversão e novas experiências, desenvolver um novo idioma por intermédio de cursos específicos para essa idade. Esses programas são conhecidos como “Summer Programs” caso sejam férias de verão ou “Winter Programs” caso estejamos no inverno. Com eles, crianças aprendem e se divertem ao mesmo tempo, com passeios ao entardecer, escapadas de um final de semana inteiro ou passeios curtos para conhecer melhor a região.

Os destinos mais procurados para os programas de intercâmbio nas férias são Estados Unidos, Canadá, Inglaterra e Espanha.

Independentemente do tempo de duração do seu intercâmbio de férias, que geralmente compreende de 4 a 8 semanas, essa experiência pode significar mudanças profundas na sua vida. Na Travelmate existem diversas opções com os destinos mais procurados para o seu intercâmbio nas férias ser um fato memorável na sua vida. Fale com a gente!

7 empresas que oferecem oportunidade de carreira internacional

Postado por: Tatiana Serbena/ 831 0

Um intercâmbio profissional no exterior é considerado um benefício e um diferencial na carreira que pode fazer toda a diferença em seus planos futuros. Se a sua intenção for seguir carreira internacional, começar por um intercâmbio fora do Brasil pode ser o primeiro passo que o aproxime de uma carreira sem fronteiras.

empresas que oferecem oportunidade de carreira internacional
Empresas que oferecem oportunidade de carreira internacional

 

São vários os países que permitem esse tipo de experiência, como Estados Unidos, Austrália, França, Irlanda, Canadá, Nova Zelândia e diversos outros destinos. Uma agência de intercâmbio como a Travelmate pode te auxiliar em todo este processo de escolha e trâmites burocráticos, baseado no tipo de trabalho que você deseja exercer lá fora. É importante que você tenha claro os motivos que te levaram a escolher trabalhar no exterior, pois caso você não tenha um foco muito grande e não souber o real motivo da sua escolha, é bastante provável que você retorne ao Brasil nas primeiras dificuldades, porque elas existem.

 

Dentre as empresas que se destacam entre as que são abertas ao intercâmbio cultural, estão:

  1. General Motors (GM)

A empresa é conhecida por oferecer um aprendizado constante, bons salários e benefícios. A sede principal está localizada em Detroit, Michigan, EUA.

  1. Enel

A Enel é uma empresa italiana com sede em Roma, na Itália. Atua na geração e distribuição de energia elétrica e gás natural. Os pontos positivos mencionados por seus colaboradores são oportunidades internacionais, trabalho em equipe, bons salários e benefícios.

  1. Citibank

Fundado em 1812 como o “Banco da cidade de Nova York” hoje possui mais de 3 mil filiais em mais de 35 países ao redor do mundo, a maioria delas estão nos EUA. Os pontos positivos mais mencionados em relação à empresa são oportunidades internacionais, ambiente de trabalho estimulante e equipe competente.

  1. Siemens

A Siemens é uma empresa alemã e seus principais escritórios estão localizados na Alemanha, precisamente em Berlim, Munique e Erlangen. Os pontos positivos mais reconhecidos da empresa são as oportunidades de carreira internacional, salários, benefícios e ambiente de trabalho tranquilo.

  1. Nestlé

A Nestlé inicia sua história em 1866 na Suíça e em 2016 a empresa cumpriu os seus 150 anos, sem parar de inovar. Fora os clássicos da marca, a empresa lançou recentemente o sorvete Gelato, a linha Optifast e por aí vai. Os salários e benefícios, planos de carreira e oportunidades no exterior são os pontos positivos citados pelos colaboradores da empresa como os que se sobressaem.

  1. ABB

Asea Brown Boveri é uma multinacional com sede em Zurique que atua no ramo da tecnologia servindo a clientes industriais, concessionárias, transporte e infraestrutura de forma global. Os pontos que mais se destacam para os que trabalham na empresa é com relação ao ambiente de trabalho, possibilidade de mudança para outros países e flexibilidade de horários.

  1. Ernst & Young

A EY é uma empresa que atua basicamente nos ramos de Auditoria e Consultoria com sede principal em Londres. Presente em mais de 150 países e mais de 700 escritórios espalhados pelo mundo, as vantagens de se trabalhar lá se relacionam principalmente com a flexibilidade, exposição internacional e aprendizado constante.

Dê o primeiro passo para a sua carreira internacional. Fale com a Travelmate e conheça nossos planos e pacotes para um intercâmbio de trabalho no exterior.

Work&Study na Irlanda

Postado por: Tatiana Serbena/ 466 0

Pelos benefícios que a escolha de estudar e trabalhar ao mesmo tempo traz ao estudante, o Work&Study na Irlanda representa hoje um dos programas mais procurados pelos intercambistas que buscam uma experiência fora do país.

work&study na irlanda
Work&study na Irlanda

 

Uma das curiosidades mais comuns de quem pretende trabalhar no exterior é quanto à remuneração. “Quanto eu vou ganhar?” é uma pergunta muito comum, e aí vai a resposta: a remuneração gira em torno de 7 a 12 dólares por hora, dependendo muito, no entanto, do trabalho que você for exercer.

Mas muito além do dinheiro, existe o fator “bagagem” e o fator “experiência”. Quem estuda e trabalha em um país estrangeiro adquire habilidades e competências que muitas vezes são características do estilo de trabalho local, e dessa forma, serve como um diferenciador na sua trajetória. O trabalho impulsiona ainda o conhecimento e domínio da língua estrangeira, a qual se desenvolve principalmente pelo contato diário com pessoas diferentes, pela troca de experiências e necessidades de comunicação.

Se a sua vontade é trabalhar enquanto estuda, é fundamental analisar todos os países que dizem sim ao quesito “permissão para trabalhar”. Existe uma lista diversa de países que são ideais para um excelente Work&Study e escolher entre um deles, além da compatibilidade com o seu perfil, vai depender muito das oportunidades do momento e do estilo de vida que você pretende levar.

As cidades de Cork, Limerick e principalmente Dublin, na Irlanda, são muito desejadas por aventureiros que querem mergulhar nos estudos e conseguir uma memorável experiência de trabalho. Você tem chances de aprimorar o seu currículo, tanto em qualificações quanto experiência.

Em comparação à outros destinos, o Work&Study na Irlanda tem uma grande vantagem no que diz respeito à burocracia e custo. Dublin é o destino mais procurado. A capital cultural, política e de negócios da Irlanda está recheada de opções de escolas de inglês como ISE, Dorset College e Griffith College e, além da qualidade de ensino, por lá é possível se divertir muito. A cidade abriga inúmeros pubs característicos que são a alma do povo irlandês. O “The Temple Bar” é tão ponto turístico quanto a The Spire, a maior escultura da Europa.

Em um dos pacotes da Travelmate, você realiza um curso de inglês por 25 semanas e tem direito a 8 semanas de férias destinadas ao trabalho. Nesta estrutura, o estudante é encarregado por procurar e escolher o trabalho de sua preferência e pode iniciá-lo uma vez que as horas destinadas ao estudo tenham sido cumpridas. Além da Irlanda, as outras opções de destinos oferecidas pela Travelmate condizem com os destinos mais procurados para se fazer intercâmbio. É o caso do Canadá, no topo da lista, seguido por Austrália, Nova Zelândia e nosso mais novo destino, Dubai.

5 passeios imperdíveis para fazer em Chicago

Postado por: Tatiana Serbena/ 415 0

Muito se fala em intercâmbio para os Estados Unidos, mas você já imaginou um intercâmbio precisamente em Chicago? A cidade reúne uma série de atrações (além de ser uma atração por si só) e você conhece 5 delas nos tópicos abaixo:

passeios imperdíveis para fazer em Chicago
Passeios imperdíveis para fazer em Chicago

 

  1. Encontre o melhor do jazz

Percorrendo a cidade de uma maneira um pouco mais pessoal e não tão turística, você encontrará pelo caminho diversos pequenos bares locais que tocam o melhor do jazz. Caso você goste do gênero, um dos imperdíveis é o “Green Mill Cocktail Lounge” quase tão antigo quanto a arte do jazz.

 

  1. Barco, um meio de transporte alternativo

Pode parecer que estar preso em um barco junto a uma centena de turistas não é a melhor das ideias. Mas a maneira mais rápida, fácil e inteligente de ter uma noção rápida e um entendimento da magnífica história de Chicago é em um passeio de barco. Enquanto navega pelo rio da cidade, você voltará anos na história de um lugar que já foi indispensável para o comércio mundial, ficará encantado pelas obras e histórias de Daniel Burnham, Mies Van der Rohe, Louis Skidmore e outros tantos nomes célebres que fazem de Chicago uma das cidades com a mais bela arquitetura de todos os tempos.

  1. Explore o Hyde Park

É neste lugar que você vai se deparar com o belo e imponente Museu de Ciência e Indústria, o Museu DuSable de História Afro-Americana e a famosa Universidade de Chicago. Hoje, a zona do Hyde Park é bastante conhecida por ser lar do casal Obama, que se mudaram para a região quando o ex-presidente começou a lecionar na Faculdade de Direito da Universidade. Se estiver um dia bonito, nada melhor que ir ao Promontory Point e desfrutar da linda vista para o lago Michigan.

 

  1. Passeie por Millenium Park

Este parque central é um dos lugares mais visitados da cidade e dá pra dizer que “são várias atrações dentro uma atração”. Isso porque no Millenium Park estão o Cloud Gate (The Bean) um dos símbolos de Chicago feito por Anish Kapoor, Crown Fountain, uma fonte projetada por Jaume Plensa com duas torres de luz que atuam como telões exibindo rostos de moradores ou naturais de Chicago (como Oprah Winfrey e Barack Obama) e ainda pontos interessantes como Jay Pritzker Pavilion, BP Pedestrian Bridge, Lurie Garden e Harry Theater.

  1. Frank Lloyd Wright tour

A cidade próxima a Chicago chamada Oak Park concentra uma bela parte do legado deixado pelo célebre arquiteto Frank Lloyd Wright. A viagem vale a pena, e é facilmente executada através do trem Green Line L desde o centro de Chicago. O pai do marco arquitetônico “Casa da Cascata” está entre os maiores arquitetos que o mundo já viu. Em Oak Park você poderá ver de perto inúmeras casas feitas pelo arquiteto dos marcantes traços de linhas horizontais e transformador de uma era na arquitetura mundial. Vale o passeio.

Fale com a Travelmate e conheça nossos planos e pacotes para viagens de lazer e intercâmbios.

emilim schmitz

Já pensou fazer intercâmbio em Dubai?

Postado por: Tatiana Serbena/ 1566 1

Dubai, é a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos e também a mais populosa. A cidade já possui o prédio mais alto do mundo, e um mais alto ainda continua nos planos para os próximos anos. Dubai é mais conhecida por ser exótica, e no mínimo, diferente. A cidade vive de excentricidades e atualmente têm se tornado um destino cada vez mais requisitado por jovens e adultos para uma experiência no exterior. Estudar e trabalhar em Dubai pode ser a escolha certa para quem está buscando sair do comum e mergulhar em uma experiência fascinante e inesperada.

Cosmopolita pode ser um excelente adjetivo para Dubai: Milhões de pessoas embarcam e desembarcam na cidade anualmente, e no ano de 2015, seu aeroporto internacional foi o número 1 do mundo em número de passageiros, o que representa mais de 78 milhões de pessoas indo e vindo de Dubai. No entanto, os objetivos são ainda mais ambiciosos. A partir de 2020, a cidade pretende passar a receber mais de 20 milhões de turistas por ano.

Existem inúmeras opções para estudar inglês em Dubai considerando a enorme quantidade de pessoas que vão à cidade com este objetivo. Outra vantagem que Dubai oferece é com relação a trabalho, pois além da obtenção do visto ser relativamente simples, o governo facilita o processo para todas as áreas de trabalho, e não apenas para aquelas onde há escassez de mão de obra, como costuma ocorrer em outros países.

Além de conhecer construções exorbitantes, praias belíssimas, gastronomia do mundo inteiro e ainda um dos maiores ski indoors do mundo, existe mais uma boa vantagem de mergulhar em um destino como Dubai. Além de estudar inglês, é possível conhecer e se aprofundar na língua e na cultura árabe, que é muito diferente dos costumes da maioria dos viajantes que se interessam em conhecer Dubai.

Novas experiências não vão faltar se o destino do seu intercâmbio for Dubai. Fale com a Travelmate para conhecer o nosso novo pacote de work & study e esteja pronto para tirar o melhor que Dubai tem para oferecer!

Os 10 países mais visitados do mundo

Postado por: Tatiana Serbena/ 964 0

Os 10 países mais visitados do mundo fazem jus à fama. De França à Rússia, os 10 destinos mais procurados do globo estão repletos de marcos históricos, edifícios singulares, paisagens exuberantes e uma culinária de deixar qualquer um com gosto de quero mais. A lista foi divulgada pela UNWTO World Tourism Organization 2015 e abre com um país muito conhecido mundialmente pela presença de uma cidade mais que emblemática, romântica e histórica: Paris.

países mais visitados do mundo

 

França: Em primeiríssimo lugar, a casa da “cidade da luz” atrai apaixonados e ávidos por cultura. Além de ser a capital da França e seu destino número 1, Paris é praticamente indescritível. O motivo? A começar por sua relevância histórica, a cidade foi por muito tempo o centro das atenções no que se refere à arte, cultura, moda e gastronomia. Seja pela cultura dos cafés, por conhecer os detalhes da Notre Dame, pelo romantismo dos passeios à beira do Sena, pela sensação de estar aos pés da Torre Eiffel ou por ver de perto a grandeza do museu mais importante do mundo, o Louvre, a capital francesa revela mil e um motivos para ser vista de perto pelo menos uma vez.

Mas não só de Paris é feita a fama da França. O país abriga diversos destinos atrativos que instigam o nosso imaginário com sua culinária, vinhos refinados, paisagens históricas e muita história na bagagem. Anualmente, o país recebe em torno de 84.5 milhões de viajantes que se distribuem entre Paris, Côte D’Azur, Lyon, Bordeaux, Giverny (onde fica o museu de Claude Monet e o famoso jardim retratado em várias de suas pinturas) e muitos outros destinos espetaculares franceses.

 

Estados Unidos: Uma disputa acirrada deixa os EUA em segundo lugar entre os países mais procurados para o turismo como também para o intercâmbio (perde para o Canadá). O país recebe cerca de 70 milhões de visitantes por ano, ansiosos por usufruir das características singulares que marcam cidades como Nova York, Miami, Chicago, Orlando e muitas outras mais.

 

Espanha: Cidades como Madrid, Barcelona e Bilbao com certeza impulsionam a Espanha para o terceiro lugar desta lista. Os atrativos do país ibérico justificam os 68 milhões de turistas recebidos anualmente não só por monumentos de tamanha relevância mundial como a Catedral Sagrada Família ao Museu Guggenheim Bilbao como também por suas cidades históricas, praias e ilhas paradisíacas.

 

China: Com uma história milenar, a China não poderia deixar de despertar a curiosidade de viajantes que buscam por paisagens diferentes do comum e uma cultura própria. A China é o maior país da Ásia e o lar de 1/5 da população mundial. Cidades como Hong Kong, Pequim, Tibete, Guilin e Xangai encabeçam as prioridades da maioria que visita a China.

 

Itália: Um país tão rico, emblemático e histórico não poderia ficar de fora do top 5. Anualmente, a Itália recebe por volta de 50 milhões de turistas que sonham em sentar em uma cantina italiana e degustar da mais perfeita “pasta” com um bom vinho. Você pode escolher entre Roma, a capital da República e a sede do Papado; Milão, a capital italiana da moda; Turim, a primeira capital da Itália; Verona, a casa de Romeu e Julieta; Veneza, a cidade dos apaixonados; Florença, o berço do Renascimento Italiano; Bolonha, a cidade que nos trouxe a famosa “lasanha a bolonhesa” ou escolher todos eles juntos e se banhar na história e cultura deste país que tanto contribuiu para a humanidade.

Do sexto ao décimo, temos: Turquia, Alemanha, Reino Unido, México e Rússia. Caso você tenha ficado curioso por conhecer os próximos 10 desta lista, aí vai: Tailândia, Austria, Malasia, Grécia, Japão, Arábia Saudita, Canadá, Polônia, Holanda e Coréia.

 

Fale com a Travelmate para começar a viagem dos seus sonhos agora mesmo!

Canadá ou Estados Unidos: Qual é a melhor opção pra você?

Postado por: Tatiana Serbena/ 2733 0

Fazer intercâmbio com certeza estará entre as melhores experiências da sua vida, e podemos dizer que ele já começa na hora de escolher o país de destino. Esse pontapé inicial costuma gerar muitas dúvidas quando colocamos lado a lado a escolha: Canadá ou Estados Unidos.

A procura por estes dois países é grande entre os brasileiros, no entanto, o Canadá chega em primeiro lugar com uma boa diferença: É a preferência de 38,1% dos jovens, contra 11% que preferem os Estados Unidos.

No entanto, quando falamos das qualidades e características dos dois países a diferença encurta consideravelmente. Isso acontece porque os dois são excelentes destinos, mas possuem particularidades que podem ser decisivas para que você escolha um ou outro.

 

Canadá

Muita gente confunde e pensa em Toronto ou Vancouver, mas a verdadeira capital do Canadá é Ottawa. O país conta com uma população de 35 milhões de habitantes e tem como moeda oficial o dólar canadense. Com relação ao idioma, tanto o inglês quanto o francês são tratados como língua oficial.

Canadá ou Estados Unidos

Mais da metade da população do Canadá é composta por imigrantes, o que pode fazer você se sentir mais a vontade que em outro lugar lotado de nativos. O país é um exemplo quando nos referimos à qualidade de vida e educação. Sua capital, Ottawa, já foi eleita a segunda melhor cidade das Américas, segundo consultoria Mercer, atrás da também canadense Vancouver. Uma curiosidade é que Ottawa é conhecida como a “capital nacional da alta tecnologia” pelo fato de que várias empresas importantes do setor estão instaladas lá, como Adobe, General Dynamics e Corel. O custo de vida em Ottawa é também atrativo: paga-se mais barato para viver lá do que em Toronto ou Vancouver, a mais cara de todas.

O frio é outro personagem emblemático quando pensamos em Canadá. Quando ele aparece, é pra valer. Como uma imagem vale mais do que mil palavras, abaixo vemos o Canal Rideau congelado, com seus 7,8 km de extensão que o transforma no maior ringue de patinação do mundo.

Seja inverno ou verão, as paisagens do país são realmente de tirar o fôlego. O Canadá também é lugar de grandes lagos, gigantescas montanhas e cascatas colossais onde tudo impressiona.

 

Estados Unidos

A população dos Estados Unidos já demonstra um país maior em diversos âmbitos. São 323,1 milhões de habitantes, quase 10 vezes maior que a população do Canadá. Quando falamos em capital, a confusão de novo pode existir: Muitos pensariam em Nova York antes de lembrar de Washington, a verdadeira capital dos EUA.

 

A moeda oficial é o famoso dólar americano e o idioma é o inglês. O país está acostumado a ser o primeiro em muitos aspectos, como por exemplo, ser o país mais rico do mundo. A diversidade de paisagens, culturas, estilos, gastronomia e oportunidades neste país revela uma oportunidade enriquecedora de crescimento pessoal e profissional.

O país é cheio de cidades que facilmente te deixariam de cabelo em pé diante da necessidade de se decidir por uma só. Nova York, Los Angeles, Miami, Chicago, Washington, San Francisco, Filadélfia e Boston poderiam ser facilmente o destino para uma experiência inesquecível. Nova York e Los Angeles quase empatam com relação ao custo de vida mais elevado nos EUA, mas como já é de se imaginar, NYC chega na frente.

Os dois países possuem as suas particularidades mas coincidem em diversos aspectos de modo geral. A educação, por exemplo, é exemplar, bastante reconhecida mundialmente e por isso, muito procurada por intercambistas do mundo inteiro. Nos dois países, há ótimas escolas que recebem todo ano milhares de interessados em aprimoramento e ricas experiências.

Para conhecer as escolas parceiras com a Travelmate espalhadas pelo mundo todo, clique aqui.

Seja criativo, faça intercâmbio!

Postado por: Tatiana Serbena/ 1130 0

Todos que começam a pensar na sua viagem de intercâmbio tem como objetivo aprender uma nova língua, ganhar experiência de vida, conhecer novas culturas, mas além de tudo isso, o intercâmbio pode te proporcionar diversos benefícios que talvez não seja muito percebido pelos estudantes.

Um intercâmbio traz para você a independência, mesmo que seja na marra, você ter que cumprir suas tarefas e objetivos em outra língua, em um lugar que você acabou de chegar. Sair da zona de conforto faz você desenvolver caráter, ter responsabilidades e pensar em coisas diferentes.

O intercâmbio é sinônimo de evolução. Falar que intercâmbio serve apenas para aprender uma nova língua é quase uma ofensa, toda a viagem faz com que o estudante abra horizontes.

intercâmbio

Um estudo feito no Journal of Personality and Social Psychology, mostrou que pessoas que estudam ou trabalham no exterior são mais criativas do que aqueles que não passaram pela experiência.

Estar em contato com a nova cultura estimula o processo criativo dos viajantes, pois faz a pessoa ver o mundo por uma lente mais amplificada. Isso porque quando se tem a oportunidade de viver em outro contexto social, por algum tempo, as pessoas são expostas a várias situações desafiadoras, com o contato com realidades de vida e comportamento muitas vezes singular e a necessidade de adaptação a uma nova maneira de pensar e agir é significativa. Tudo isso é um estimulo para a capacidade de buscar novas perspectivas para encarar estes problemas.

Para conseguir seu objetivo, é necessário correr atrás e arriscar. Fazer intercâmbio não é só estudar uma nova língua e sim ganhar conhecimentos e experiências únicas.

Quer saber mais sobre intercâmbio? Clique aqui e entre em contato com a Travelmate. Venha realizar seu sonho!

 

Quanto custa um intercâmbio de 4 semanas?

Postado por: Tatiana Serbena/ 3440 0

Está pensando em fazer intercâmbio mas está com dúvidas com preço? Continue lendo e tenha tudo o que você precisa saber em mente.

Você estuda, trabalha ou não pode ficar muito tempo fora do Brasil? O intercâmbio de 4 semanas pode ser a opção para realizar este sonho, e não se preocupe, em 4 semanas você vai aproveitar muito e fazer valer a pena todo esse investimento. Vamos aos tópicos para você saber quanto custa um intercâmbio de 4 semanas:

País

O país que você vai estudar vai influenciar muito no total que você vai gastar, por isso se querer economizar, pesquise sobre o custo de vida dos países. Se você optar por estudar na América do Norte, o Canadá tem um custo de vida mais barato que o Estados Unidos. Na Europa quem se destaca com preço baixo é o país de Malta, que cresceu muito a ida de intercâmbistas nos últimos anos. Tem também a Nova Zelândia, que não possui um câmbio tão alto. A África do Sul, além de ter inúmeros lugares para se visitar, também tem um custo de vida baixo.

Todos os países possuem excelentes escolas e estruturas, então o fator preço é determinado pela localidade.

quanto custa um intercâmbio de 4 semanas

 

Escola

Todas as escolas possuem ótimas estruturas, professores e um bom reconhecimento. É claro que tem sempre as melhores, e isso pode influenciar no preço do intercâmbio, como também as horas de estudo que você vai fazer o seu inglês. Você pode fazer de 15 até 30 horas/aula por semana.

Quer conhecer as escolas parceiras da Travelmate? Clique aqui.

lal

 

Hospedagem

Um ponto importante para determinar quanto custa seu intercâmbio é onde você vai ficar hospedado. Tem diversos lugares que o pacote que você comprar pode te oferecer, como esses:

  • Residência estudantil: As residências estudantis funcionam como uma espécie de pensionato para estrangeiros. Os formatos variam bastante, mas a maioria oferece quarto individual. Banheiro e cozinha são coletivos. Pode ficar dentro da escola/universidade ou em prédios (geralmente) próximos ao local de estudo.

A interação com estudantes de várias partes do mundo. Na residência estudantil, você terá contato com pessoas como você, que estão ali para estudar e se divertir.

  • Casa de família: O estudante se hospeda na casa de uma família, que se inscreve previamente no programa e que, portanto, está “oficialmente” apta a receber um estrangeiro. Todas as famílias passam por avaliações, do governo e/ou da escola, antes de receberem um hóspede. A casa de família é mais barata que a residência estudantil.

Se estiver disponível, você pode escolher compartilhar a casa com outro intercâmbista, assim, o valor será menor do que um pacote individual.

Na casa de família, você também pode escolher as refeições que vai querer no dia, normalmente café da manhã e jantar são os escolhidos, assim você tem mais tempo para estudar e conhecer a cidade.

  • Apartamento: Caso você queira mais privacidade e liberdade, pode optar por alugar um apartamento.

Normalmente os estudantes que optam por apartamentos, eles dividem as contas entre eles.

  • Hostel: O albergue (também chamado de hostel) funciona como um hotel, mas os quartos e banheiros são compartilhados. Em alguns casos, existe a opção de hospedar-se em suíte individual.

 A bom do albergue são os jovens e o clima informal. Diferentemente de um hotel, os hóspedes, que vêm de diferentes países, costumam interagir. A administração do local incentiva isso, organizando atividades ou saídas entre os hóspedes, que podem também usar a cozinha do espaço. O preço é bem mais camarada em relação aos hotéis. Em cursos intensivos, de curta duração, pode ser uma boa opção de hospedagem.

 

O que vai fazer na cidade

Se você pretende aproveitar todos os momentos da sua viagem, leve um dinheirinho extra. Como de costume, os intercâmbistas aproveitam sua viagem para viajar e conhecer a cidade.

Fazer as compras também é muito comum, e claro, levar lembrancinhas para o Brasil.

Então, o que você for fazer na cidade também vai influenciar no preço do seu intercâmbio.

 

Pacotes

Depois de saber um pouco sobre um intercâmbio, que tal olhar alguns pacotes de 4 semanas para diferentes países?

Sevilha - Espanha
Sevilha – Espanha

 

Quer saber tudo sobre intercâmbio? Entre em contato com a Travelmate clicando aqui.