15

jun
2018

Em Malta, o incentivo é estudar e trabalhar

Postado por: Sirius/ 218 3

A política de visto da grande maioria dos países estrangeiros costuma ser um
empecilho no caminho dos intercambistas, que muitas vezes são impedidos de exercer
um trabalho ou de estender o seu tempo de permanência no exterior.
A boa notícia, é que um dos destinos europeus cada vez mais requisitados para fazer
intercâmbio reviu a sua política de visto. O motivo? Eles acreditavam que a política
antiga prejudicava o potencial de estudo e trabalho do país. É por isso que Malta, vai
agir diferente.
Agora, o processo de entrada no país ficou mais fácil, devido à modificações em
algumas regras de visto para estudantes. A finalidade dessa mudança é facilitar a
entrada de estudantes vindos de países de fora da Europa, seja para estudar ou até
mesmo para trabalhar. Malta é a materialização do sonho de morar em uma cidade
europeia, vibrante, com paisagens exuberantes e de quebra, estudar em escolas de
inglês de excelente qualidade.
A política antiga, devido à limitada representação consular do país, favorecia
estudantes que possuíam o domínio da língua inglesa em um nível já bastante
avançado. Agora, a nova política vai beneficiar a entrada de novos estudantes, com
níveis diversos de inglês, e permitir que tais estudantes consigam obter um visto de
trabalho, a fim de que permaneçam no país por mais tempo, produzindo, crescendo e
ganhando dinheiro, de maneira legal.
As regras de visto para trabalho mudam conforme o tipo de curso de cada estudante.
A nova política é válida para todos os estudantes que estejam matriculados em cursos
no país de no mínimo 12 semanas. Para este caso, a carga horário de trabalho não
poderá ultrapassar 20 horas semanais e o visto permitido se chama Schengen Short-
Stay Visa. Lembre-se: o visto concedido neste caso, é um visto diferente de um visto de
trabalho convencional. Por isso, os alunos que pretendem estender a estadia no país
devem solicitar uma prorrogação de permanência e um novo visto.
Porém, para os matriculados em cursos de educação superior, as regras mudam um
pouquinho. Ao invés de três meses, os estudantes só poderão trabalhar quando
completarem 1 ano em território Maltês. Para os alunos que se encaixam nesta
situação, o visto se chama National Long Stay Visa (D-Visa). Uma vez obtendo este
visto, o estudante ganha permissão para múltiplas entradas no país dentro de um
período de 180 dias.
Resumidamente, as condições de trabalho para estudantes são:
– Curso com duração superior a 12 semanas;
– Início de trabalho após 12 semanas;
– Jornada de trabalho de 20 horas semanais;

– Nos primeiros 14 dias assim que chegarem em Malta, os estudantes deverão solicitar
uma extensão de visto;
– O estudante só poderá procurar um emprego após ter o visto aprovado;
– O visto será válido para o mesmo período de estudos ou igual a 365 dias, podendo
ser renovado após o vencimento;
Essa permissão favorece além da experiência como profissional em um outro país,
uma possibilidade muito bem vinda de ajuda de custos. Além disso, o governo
apresenta a possibilidade como um incentivo para a inserção do estudante no
mercado de trabalho Maltês, para que assim, o estudante possa contribuir com a
economia local e até mesmo aplicar e desenvolver o conhecimento adquirido no
período dedicado ao estudo. A intenção de Malta com essa mudança é reter os
talentos por lá e incentivar o desenvolvimento daqueles que realmente desejam e tem
potencial para fortalecer o mercado de trabalho local. Antes dessa mudança, somente
estudantes que faziam parte da União Europeia eram incentivados a permanecer no
país e encontrar um trabalho.
Malta, atualmente, oferece excelentes cursos de inglês de qualidade reconhecida e
ainda possui a vantagem de ter um custo de vida baixo. O povo é acolhedor, as
paisagens são belíssimas e o clima é pra lá de agradável.
Conte com a Travelmate para ter todo o apoio e orientação necessária para embarcar
nessa incrível experiência de estudo e trabalho em Malta. Clique aqui e fale com um de
nossos consultores.

Administrator
3 Comentários
  • {}
    Nicolly mendes
    16 de junho de 2018

    Olá,
    Gostaria de saber se o intercambio teria algum custo pra ir para concluir o intercambio, estou muito interessada, mas não tenho condiçoes. Estou em busca de Uma Nova oportunidade.
    Agradeço a colaboração!
    Nicolly Mendes De Lira.

    Resposta
  • {}
    Leidiane
    13 de julho de 2018

    Boa tarde,
    Tenho total entenrece em fazer faculdade e trabalhar para fora do Brasil. Espero realizar meu sonho de ser alguém.
    Agradeço pela atenção ,muito obrigada.
    Leidiane Lima.

    Resposta
  • {}
    Leidiane
    13 de julho de 2018

    Boa tarde
    Não tenho nenhuma chance de fazer faculdade para fora do país piorou estudar ou trabalha, mais se eu tiver alguma oportunidade estarei esperando uma grande vitoria na minha vida. Tentarei uma duas ou até mil até conseguir.
    Agradeço pela atenção ,muito obrigada.
    Leidiane Lima.

    Resposta

Deixe o seu comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, digite seu nome
Por favor, digite o seu e-mail
Por favor, digite um e-mail válido