CURSOS

PREPARATÓRIOS

Visando simplificar o processo de aplicação e facilitar o acesso de alunos internacionais em seus programas, as universidades criaram os programas preparatórios, muitas vezes conhecidos como Foundation, Pathway, ou International Year. Os cursos preparatórios são ministrados dentro do campus das Universidades, em turmas pequenas, e podem deixar de exigir, muitas vezes, um exame de proficiência oficial como TOEFL ou IELTS, dentre outros requisitos como SAT, ACT, entrevistas e cartas de referência. Os cursos preparatórios também são indicados para aqueles que ainda necessitam de uma preparação extra para alcançar notas mínimas em matérias específicas. O acesso as universidades, principalmente nos Estados Unidos e Reino Unido, facilitam também a aplicação para bolsas de estudos que podem ser para apenas o primeiro ano, como para a duração completa do programa.

 

Em muitos destinos, durante o curso preparatório, o estudante cursa em paralelo créditos que irão levá-lo ao Bacharelado ou Mestrado, por exemplo. Durante este período o aluno internacional recebe um suporte maior por parte da instituição e se prepara acadêmica e culturalmente para ingressar no segundo ano com todas as habilidades desenvolvidas para o ensino internacional.

 

Mesmo para alunos que buscam a admissão direta, o semestre acadêmico é extremamente recomendado para que o estudante possa se adaptar e explorar o máximo de recursos da Universidade. Além, claro, de buscar a orientação dos conselheiros acadêmicos e explorar os cursos e especializações disponíveis.

University

Check it Out

PAÍSES

PARA ESCOLHER

Untitled-2-06

Você sabia que o exame SAT (equivalente ao ENEM nos EUA), apesar de recomendado para admissão direta e para pleitear bolsas de estudos, não é um requisito obrigatório? De qualquer forma, quanto maior o seu nível de inglês e o seu GPA (média de notas em uma escola de 0 a 4), maior as suas chances de ser admitido e conquistar uma bolsa de estudos parcial. Enquanto realiza o seu curso de ensino superior o aluno possui a permissão de trabalho dentro do campus de 20 horas por semana e pode realizar estágios de mais 20h por semana durante as férias. Outro ponto importante é que após a graduação em nível superior nos EUA os alunos podem trabalhar 40h semanais em sua área de formação de 01 até 03 anos.

Untitled-2-01

Devido às diferenças do sistema de ensino britânico e brasileiro, os estudantes que possuem apenas o ensino médio completo precisam cursar 01 ano acadêmico chamado de Foundation Year. Em compensação, normalmente os bacharelados no Reino Unido são de 03 anos e os Mestrados de 01 ano. Ou seja, matematicamente falando seria o mesmo tempo de formação do que no Brasil. Além da vantagem de estudar nas Universidades mais tradicionais do mundo, os alunos possuem a permissão de trabalho fora do campus de até 20 horas por semana.

Untitled-2-04

Hoje, o Canadá é o principal destino dos Brasileiros que buscam se especializar ou mudar de carreira. Atualmente, o sistema de Higher Education no Canadá oferece dois caminhos distintos, mas que caminham sempre juntos: Os Colleges são voltados totalmente para as demandas do mercado de trabalho enquanto as Universidades possuem um foco maior em pesquisa e desenvolvimento. Os valores mais acessíveis de tuition fazem do Canadá um grande foco para jovens, casais e profissionais. Durante os estudos, o aluno possui a permissão de trabalho de 20h semanais e 40h por semana durante as férias. Após a graduação, o aluno que estudou no mínimo 2 semestres acadêmicos recebe ainda a permissão para trabalhar integralmente por até 3 anos.”

Untitled-2-03

Com um clima parecido com o nosso e uma população receptiva, a Austrália hoje é o terceiro destino mais procurado pelos brasileiros. Você sabia que mesmo durante os cursos de inglês e preparatórios o estudante pode trabalhar 20 horas semanais off-campus e, se for casado, o(a) seu(sua) parceiro(a) pode acompanhá-lo?

Untitled-2-02

Nós, o time de especialistas da TravelMATE, realmente  acreditamos que a Nova Zelândia será o próximo destino mais procurado pelos brasileiros. Um país com temperaturas amenas, qualidade de vida e ótimas instituições de ensino. Você poderá optar por realizar os seus cursos de Higher Education em institutos privados, politécnicas públicas ou em Universidades.

Desde o curso de inglês/preparatório é possível que o estudante trabalhe 20 horas semanais.

portugal

Portugal passou recentemente por uma modernização de seu sistema de ensino e cada vez mais recebe alunos internacionais em suas instituições de nível superior. Clima agradável, qualidade de vida, segurança, custo de vida acessível e a facilidade da língua são alguns dos pontos positivos que fazem com que cada vez mais brasileiros busquem a terra dos lusitanos. O estudante ainda pode levar seu parceiro, ambos com permissão de trabalho, e seus filhos podem estudar em escolas públicas a partir do ensino fundamental.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

Quer um atendimento personalizado?
Envie uma mensagem para um de nossos consultores!