3 decisões importantes antes de morar no exterior

Postado por: Tatiana Serbena/ 619 0

Desde a intenção até efetivamente aterrissar no país estrangeiro, o até então aspirante a intercambista precisa encarar um processo trabalhoso e exigente, não se pode negar. Caso você não se organize bem, todo esse período prévio pode se tornar um fator prejudicial ao seu dia a dia, visto que há inúmeras decisões a serem tomadas e pontos que demandam organização e responsabilidade.

Afinal, você precisa escolher o seu lugar de destino, estar certo da Universidade ou da escola que for fazer o curso, da forma de acomodação, organizar toda a documentação, fazer exames e se preparar para partir.

3 decisões importantes antes de morar no exterior

O auxílio de uma agência de intercâmbio com a expertise da Travelmate é essencial para fazer você passar por essa etapa da maneira mais leve e simples possível, pois afinal, esse esforço conjunto é extremamente recompensador.

No entanto, para fazer esse projeto de vida dar certo, você precisa estar empenhado e disposto para colocar em prática os passos descritos a seguir.

morar no exterior
Morar no exterior
  1. Qual é o seu projeto?

 

Esse, na verdade, é o primeiro questionamento que você deve fazer a si mesmo caso você tenha o sonho de realizar um intercâmbio. Portanto, reflita e pondere o que gostaria de estudar ou trabalhar no exterior, pois é o estudo ou o trabalho que ocuparão a maior parte do seu tempo lá fora. Além do mais, ficará marcado e registrado para o resto da sua vida o curso que você fez ou o trabalho que realizou, e é bastante importante que você goste e se orgulhe dele. A sua ocupação lá fora deixará algum legado, e está nas suas mãos transformá-lo em um legado positivo e memorável.

 

  1. Que idioma você gostaria de praticar?

 

O fator idioma é muito relevante para qualquer intercâmbio. Geralmente, quem está prestes a morar no exterior possui um conhecimento prévio da língua oficial do país de destino, o que é extremamente recomendável. Muitas escolas exigem uma comprovação de domínio em diferentes níveis, mas quanto mais você souber se virar, mais rápido pode tornar a ser o seu aprendizado. O idioma, possivelmente, seja o campo de aprendizado que se desenvolve mais naturalmente. Por questões de necessidade e não somente dedicação de estudo, você acaba aprendendo e falando naturalmente, simplesmente pelo convívio e contato diário. Eis um dos maiores legados de um intercâmbio.

 

  1. Organize-se financeiramente

 

Morar fora exige diversos campos de planejamento. Um dos mais importantes, é o planejamento financeiro. O modelo de hospedagem e o valor do curso são os dois fatores que concentram as maiores despesas do seu intercâmbio, mas você realiza o pagamento desses itens antes de sair do Brasil. Portanto, é importante pensar não só nos gastos prévios a viagem, mas também os extras que serão realizados durante seu intercâmbio. Gastos excessivos costumam se concentrar na sua chegada. É neste período que você realiza compra de itens para a viagem, como aparelhos eletrônicos, itens essenciais para casa e estudo, e ainda se empolga com aparelhos eletrônicos, roupas, livros, restaurantes e tudo que possa atrair a sua atenção. Portanto, tome cuidado e leve em consideração para não sair por aí torrando um dinheiro que você vai precisar mais tarde. Considere ter uma quantia guardada para alguma emergência. Porém, um orçamento apertado não deve ser um fator limitante, pois existem diversas formas alternativas que podem viabilizar a sua viagem e você pode contar com uma agência de intercâmbio para te auxiliar na melhor escolha.

 

Uma vez ciente de que esses questionamentos são fundamentais para morar no exterior, você está mais preparado para embasar suas decisões e partir rumo ao momento mais marcante da sua vida. Conte com a Travelmate e embarque nessa!